ad16
CidadeTodas as Notícias

Secretaria de Trânsito propõe mudança de rotas de veículos de Picos

Joaquim Guedes explica ainda que a mudança de rota de veículos Picos é uma necessidade.

A prefeitura de Picos, por meio da Secretaria de Trânsito, Transporte e Mobilidade Urbana, está elaborando novo plano para mudar as rotas de veículos nas vias locais. Segundo o coordenador de trânsito picoense, Joaquim Guedes, a elaboração de projetos nesse sentido já está em andamento.

“O objetivo desse projeto é melhorar a trafegabilidade do trânsito local. Pretende-se melhorar a entrada e saída de veículos nas vias de Picos, por meio de uma nova forma de trefegar pelas nossas vias. Para tanto, é necessário organizar todo o complexo de sinalização horizontal e vertical, além de melhorar o rolamento dos veículos da cidade, desafogando alguns pontos críticos e melhorando todo o conjunto”, explica o gestor.

Foto: CCOM
Foto: CCOM

Joaquim Guedes explica ainda que a mudança de rota de veículos Picos é uma necessidade, já que estamos encravados no segundo maior entroncamento rodoviário do Nordeste, e isso sugere medidas concretas quando da organização de um tráfego a altura.

 Pontos críticos

O projeto de mudanças de algumas ruas de Picos se volta aos problemas causados em alguns pontos considerados pela administração como críticos, como é o caso das Ruas São Francisco, o cruzamento das Ruas Vicente Baldoíno e a Rua João Paulo II, onde a primeira dá cesso ao Hospital Regional Justino Luz e a segunda dá cesso ao bairro Ipueiras. Nesses locais, o fluxo de veículos é intenso e a ocorrência de acidentes é frequente.

Explica Joaquim Guedes que outro ponto bastante crítico, diz respeito à Rua Coronel Francisco Santos, onde às sextas-feiras, o acesso ao alto da Igreja Matriz (cortando a feira livre) é fechado, prejudicando sobremaneira o fluxo de veículos.

“Isso fica muito difícil porque a Rua Coronel Francisco Santos tem duas pistas de rolamento e ao final termina com apenas uma pista já no cruzamento da Rua Abílio Coelho e Matias Olímpio. A proposta de mudança é que haja uma divisão de faixas nas Ruas Francisco Prota e Abílio Coelho para se ter uma desobstrução em outros pontos, facilitando outros acessos, eliminando também o engarrafamento no semáforo da feira livre”, comenta.

 Caráter mutável

Joaquim Guedes alerta que tais mudanças em rotas de tráfego não tem caráter permanente. De acordo com o gestor, as mudanças que possam ocorrer nas vias públicas são na verde mutáveis, pois, dependendo do aumento do fluxo de veículos, como também de pessoas, novas mudanças podem ocorrer ao longo do tempo.

“Tais mudanças são passíveis de outras mudanças futuras. São flexíveis, tendo em vista o aumento dos fluxos tanto de veículos, quanto de pessoas, e aí eu chamo a atenção da sociedade local para o fato de que não se pode administrar Picos pensando apenas nos picoenses, temos que observar também nossa macrorregião, composta por 50 municípios que chegam diariamente, inclusive com transporte de passageiros. Mexer com trânsito mão é simples, mas temos que fazer”, acrescenta.

O projeto de mudança de rotas de veículos de Picos ainda está em processo de licitação. Tão logo o certame se encerre, as obras terão início, garante Joaquim Guedes.

Fonte: CCOM

Tags

Leia Também