ad16
AutoPECASonline24.pt
Educação

Secretário de Educação diz que só MEC pode impedir greve e que piso será pago

Deputado Átila Lira
Átila Lira explica reforma da Uespi. Foto: Evandro Alberto

“Eu não respondo pelo governo Federal”, afirmou o secretário estadual de Educação Átila Lira sobre o reajuste salarial reivindicado pelos professores da rede pública do Estado que ameaçam entrar em greve no início do próximo mês. As aulas devem começar no próximo dia 27.

O gestor informou que está em conversação com os representantes do sindicato, mas o impasse está sendo gerado porque ainda não foi definido o novo piso salarial da categoria, que é de competência do Ministério da Educação. “No dia 27, o MEC irá instituir o pisco e nós vamos acompanhar o que ele decidir”, declarou em entrevista ao jornal Notícia da Manhã desta quarta-feira (15).

Lira disse ainda que, juntamente com o governador Wilson Martins, esteve reunido com o ministro Aluízio Mercadante e está confiante na solução do problema da greve. “Enquanto isso não se resolve, estamos fazendo lotação de professores e intervenção para a melhoria das escolas”, pontua.

Concurso
O secretário informou que está iniciando o processo de contratação pra a organização do concurso público. “Teremos 4 mil vagas. Vamos substituir servidores temporários”, declarou.

Eleições
Átila Lira reafirmou que apóia a candidatura própria do PSB e que seu nome deve ser lançado pelo partido no mês de junho. “Eu vou ser candidato, se o partido me apoiar, mas além de mim, temos o Rodrigo Martins e o Edvaldo Marques, que também são bons nomes”, finalizou.

Flash de Jordana Cury
Redação Carlos Lustosa Filho
[email protected]

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade