DestaquesPolíciaTodas as Notícias

Seis anos depois, mesmo com filmagem, morte de contador continua um mistério

A cidade de Picos tem passado por dias de muita angústia devido ao aumento da criminalidade. Poucos casos são solucionados.

Em poucas horas, principalmente devido a cobranças sociais e midiáticas, vários policiais apareceram nas ruas da cidade para tentar, ostensivamente combater a criminalidade. Mas as investigações não avançam muito para prender quadrilhas e desarticular bocas de fumo. Um caso continua intrigando toda a região: a morte do contador Cláudio Sousa Silva, 50 anos, mais conhecido por Claudinho. Ele foi assassinado em agosto de 2010. Esta semana completa seis anos. Mesmo com um vídeo mostrando nitidamente (CLIQUE AQUI PARA VER) a última pessoa a ser vista com o contador não há sequer pistas de quem o matou.

Acusado pelo assassinato, à esquerda, nunca foi identificado. Foto: O Olho Imagens
Acusado pelo assassinato, à esquerda, nunca foi identificado. Foto: O Olho Imagens
Claudinho: seis anos de morte misteriosa
Claudinho: seis anos de morte misteriosa

Praticamente uma dezena de delegados da 4ª Regional de Polícia Civil, em Picos, passaram pelo caso e não conseguiram identificar quem matou Claudinho. Não se sabe nem se o crime foi motivado por questões homofóbicas já que a vítima era homossexual.

A vítima era um dos contadores mais conhecidos da região de Picos. Trabalhava para várias empresas e era uma pessoa pacata. Morava sozinho em um apartamento da rua Santo Antônio, Centro da cidade.

Vídeo abaixo mostrando a vítima e o acusado pelo crime. Por que acusado nunca foi preso?

Claudinho foi encontrado morto no meio da noite do dia 02 de agosto de 2010, em um dos quartos de seu apartamento. Estava amordaçado. Tinha pernas e braços amarrados. Havia outros sinais de violência e o lugar estava revirado. Ele foi morto por estrangulamento.

O corpo foi achado horas depois do crime após vizinhos notarem que Claudinho não tinha saído de casa. Chamaram parentes que foram até o apartamento e encontraram a cena do crime.

Foram feitas várias campanhas de conscientização e cobrança, mas não há nenhum suspeito apontado.

Quem matou Claudinho, como aponta o vídeo, era um rapaz moreno, de aproximadamente 1,65m, que estava de boné e camisa listrada. Acha-se que ele não é da região ou é algum bandido muito temido já que ninguém do Sertão do Piauí o denunciou.

Continua-se acreditando que o assassino de Claudinho não seja de Picos. E mesmo o caso já tendo sido reaberto várias vezes nas delegacias de Polícia Civil de Picos sequer foi reconhecido ou apontado nome de algum possível suspeito.

Familiares e amigos pedem para que a população, hoje com a expansão das redes sociais, que espalhem o vídeo para o possível reconhecimento do assassino e que avisem a Polícia Civil, ou a Polícia Militar (número 190) sobre qualquer identidade desse suspeito.

Orlando Berti – O Olho

Tags
LER MATÉRIA COMPLETA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também