ad16
AutoPECASonline24.pt
DestaquesGeralTodas as Notícias

Sejus anuncia construção da Casa de Detenção Provisória de Picos

Picos deve ser o próximo município que contará com uma Casa de Detenção Provisória. O anúncio foi feito pelo secretário estadual de Justiça, Daniel Oliveira, durante o I Encontro de Iniciação ao Direito, nessa quinta-feira (25), no campus da Universidade Estadual do Piauí da cidade.

“A penitenciária regional de Picos é uma das que sofre com o problema da superlotação e com a predominância de presos provisórios. Entendemos que é necessária a abertura de mais vagas para atender a essa região. Vamos elaborar um projeto de uma Casa de Detenção Provisória para apresentar ao governador Wellington Dias”, diz o secretário.

Secretário de Justiça, Daniel Oliveira
Secretário de Justiça, Daniel Oliveira

Paralelo às novas obras, Daniel Oliveira destaca a importância da retomada de obras que estavam paradas e que vão garantir mais vagas no sistema prisional. A construção dos dois pavilhões da Casa de Custódia, por exemplo, vão garantir mais 160 vagas. “Além disso, estamos retomando as obras de construção da penitenciária de Campo Maior”, completa o secretário estadual de Justiça, que também anunciou melhorias para a penitenciária feminina de Picos.

A reestruturação das unidades já existentes também faz parte do planejamento da Secretaria Estadual de Justiça. Recentemente, Daniel Oliveira visitou a penitenciária regional de Oeiras e autorizou a reforma no local, que

ganhará refeitório, um módulo de panificação, uma sala para a vistoria e triagem, além de banheiros femininos para as agentes que atuam no presídio.

“Aos poucos vamos visitar todas as unidade prisionais do Estado e identificar as necessidades de cada uma delas. Os problemas existem e estamos buscando recursos para melhorar essas estruturas e garantir melhores condições de trabalho aos agentes, bem como um melhor atendimento para internos e familiares”, ressalta o secretário.

Durante participação no I Encontro de Iniciação ao Direito, o secretário Daniel Oliveira falou também sobre o tema da maioridade penal. “Acredito que esse tema deve ser mais debatido. A redução não é o melhor caminho. Devemos pensar em garantir o cumprimento do Estatuto da Criança e do Adolescente e discutir, por exemplo, o aumento no tempo de internação para o menor infrator ou em penas mais severas para os adultos que se utilizam adolescentes na prática de crimes”, finaliza.

Picos deve ser o próximo município que contará com uma Casa de Detenção Provisória. O anúncio foi feito pelo secretário estadual de Justiça, Daniel Oliveira, durante o I Encontro de Iniciação ao Direito, nessa quinta-feira (25), no campus da Universidade Estadual do Piauí da cidade.

“A penitenciária regional de Picos é uma das que sofre com o problema da superlotação e com a predominância de presos provisórios. Entendemos que é necessária a abertura de mais vagas para atender a essa região. Vamos elaborar um projeto de uma Casa de Detenção Provisória para apresentar ao governador Wellington Dias”, diz o secretário.

Paralelo às novas obras, Daniel Oliveira destaca a importância da retomada de obras que estavam paradas e que vão garantir mais vagas no sistema prisional. A construção dos dois pavilhões da Casa de Custódia, por exemplo, vão garantir mais 160 vagas. “Além disso, estamos retomando as obras de construção da penitenciária de Campo Maior”, completa o secretário estadual de Justiça, que também anunciou melhorias para a penitenciária feminina de Picos.

A reestruturação das unidades já existentes também faz parte do planejamento da Secretaria Estadual de Justiça. Recentemente, Daniel Oliveira visitou a penitenciária regional de Oeiras e autorizou a reforma no local, que

ganhará refeitório, um módulo de panificação, uma sala para a vistoria e triagem, além de banheiros femininos para as agentes que atuam no presídio.

“Aos poucos vamos visitar todas as unidade prisionais do Estado e identificar as necessidades de cada uma delas. Os problemas existem e estamos buscando recursos para melhorar essas estruturas e garantir melhores condições de trabalho aos agentes, bem como um melhor atendimento para internos e familiares”, ressalta o secretário.

Durante participação no I Encontro de Iniciação ao Direito, o secretário Daniel Oliveira falou também sobre o tema da maioridade penal. “Acredito que esse tema deve ser mais debatido. A redução não é o melhor caminho. Devemos pensar em garantir o cumprimento do Estatuto da Criança e do Adolescente e discutir, por exemplo, o aumento no tempo de internação para o menor infrator ou em penas mais severas para os adultos que se utilizam adolescentes na prática de crimes”, finaliza.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade