ad16
AutoPECASonline24.pt
https://ead.uninta.edu.br/
DestaquesSaúdeTodas as Notícias

Sesapi e Segurança firmam acordo para instalação de sede do IML; População reclama do local

O Governo do Estado vai instalar um posto avançado do instituto de Medicina Legal (IML) no município de Picos. A ação é uma parceria entre as secretarias de Estado de Segurança (SSPPI) e da Saúde (Sesapi) e vai atender uma importante demanda do município de Picos.

A iniciativa prevê a cessão definitiva de um imóvel por parte da Sesapi para que assim a Secretaria de Segurança possa adaptá-lo e torná-lo apto para os serviços de perícias criminal.

“Essa é uma determinação do governador Wellington Dias para darmos uma solução a essa demanda na cidade de Picos. Estamos estabelecendo essa parceria para melhorar as condições de trabalho da perícia e dos profissionais do Instituo de Medicina Legal de Picos. Quando em atividade, essa instância será de fundamental importância para toda a região, evitando que casos específicos sejam encaminhados para Teresina, evitando assim demora nos resultados e maior apreensão dos familiares”, destaca o secretário de Segurança Pública, Coronel Rubens Pereira.

Prédio do PROSAR na Aerolândia – Foto: José Maria Barros

O acordo será sacramentado entre as duas instâncias nesta segunda-feira (17) e, a partir desta data, o prédio deve passar por uma pequena reforma e em 30 dias estará apto para receber os profissionais do corpo pericial da Secretaria de Segurança Pública em Picos. A perícia criminal é realizada por ocasião de mortes violentas. Por ocasião de óbitos não violentos, o trabalho é realizado por um corpo médico da equipe de saúde pública do município.

População reclama do local da instalação

Ao tomar conhecimento de que o prédio onde funcionou o Escritório Regional do Prosar poderia ser utilizado como sede do Instituto Médico Legal de Picos (IML), moradores do bairro Aerolândia deram início a uma mobilização para que isso não aconteça. Eles vão realizar um abaixo-assinado e estão buscando o diálogo como os poderes públicos, ao mesmo tempo em que apontam outros prédios fechados do governo do estado que poderiam sediar o IML. As informações são do Boletim do Sertão.

Comerciante Marcelo Cordeiro

Um dos líderes da mobilização, o comerciante Marcelo Cordeiro, explicou que o local é inadequado por ser o bairro Aerolândia predominantemente residencial além de não oferecer a logística necessária. “Outra coisa, colado ao Prosar existe o projeto de uma praça e uma academia ao ar livre, então é um local com grande salubridade que pode comprometer a questão social”, frisou.

Quanto aos prédios públicos fechados que poderiam ser utilizados como sede do IML, Marcelo Cordeiro citou o Detran, no bairro Junco, e a antiga sede do 2° Distrito de Polícia Civil, fechada há quase dez anos. Os dois prédios estão localizados às margens da BR 316.

Ele frisou que a comunidade não é contra a implantação do IML na cidade, apenas que seja em um local mais adequado.

Necessidade

A implantação do IML em Picos tem sido cobrada tanto pela população quanto pelas autoridades. Quando ocorre a morte de uma pessoa de forma violenta, o corpo da vítima tem de ser encaminhado para Floriano ou Teresina, aumentando a aflição da família. O problema precisa de uma solução urgente.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui