ad16
DestaquesGeral

Sessões itinerantes da Câmara serão deliberativas

Iata Ânderson
Iata Ânderson comenta crescimento do PSB e redução do PMDB. Foto: Jailson Dias

Por João Paulo Leal
Da Redação

Os vereadores picoenses aprovaram na sessão de ontem, quinta-feira, em segunda e última votação, o Projeto de Emenda ao Regimento Interno da Câmara Municipal de Picos, que trata das sessões itinerantes e que garante que as mesmas sejam ordinárias e deliberativas. A emenda é de autoria do vereador Iata Anderson Rodrigues de Alencar Coelho (PSB), presidente da Casa.

A emenda do vereador Iata Anderson altera o parágrafo 5º do artigo 152 e o parágrafo 2º do artigo 153, sendo que a mesma foi aprovada por unanimidade pelos vereadores presentes na sessão de ontem, que foram: José Rinaldo Cabral, Antônio Afonso, Diógenes Medeiros, Edilson Carvalho, Chico de Chicá, Hugo Victor, Titico Barbosa, Manoel Vieira e Iata Anderson, autor da matéria.

Em entrevista à reportagem do Riachão Net, o presidente da Câmara, Iata Anderson, disse que as sessões itinerantes vão aproximar o parlamento municipal à população picoense, pois os 10 vereadores passarão a conhecer melhor os problemas de cada região do município, propor soluções e estreitar a relação com o povo que, por sua vez, terá a chance de ver de perto o funcionamento das sessões e todo o processo legislativo, visto que as sessões itinerantes serão deliberativas, ou seja, todas as matérias apreciadas e votadas durante as mesmas, terão garantidos os seus efeitos legais.

De acordo com Iata, a população ainda está desinteressada e de certa forma constrangida em participar das discussões dentro do plenário da Câmara. “Esse espaço fechado (plenário) ainda inibe muita gente. Esperamos que as sessões itinerantes possam mudar essa realidade e que todos tenham a oportunidade de acompanhar o nosso trabalho mais de perto” – destacou.

Sobre o local e data da primeira sessão itinerante, o presidente da Câmara disse que isso será decidido em plenário pelos vereadores. Contudo, ele garante que toda a estrutura utilizada nas sessões será deslocada para o local de realização da sessão itinerante, como funcionários da Casa, assessores dos vereadores, equipamento de som, link de transmissão pelo rádio, etc., como também os cuidados para que o trabalho seja realizado com segurança.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade