ad16
GeralTodas as Notícias

Sete mil aposentados e pensionistas do estado ainda não fizeram prova de vida

Recadastramento termina no domingo, dia 31 de outubro

Aposentados, militares de reserva e pensionistas estaduais têm até domingo (31) para realizar a prova de vida. O procedimento é realizado exclusivamente de forma digital devido à pandemia. De acordo com a Secretaria Estadual de Administração e Previdência (Seadprev), o Piauí tem 44 mil beneficiários e 7 mil ainda não fizeram a prova de vida e podem ter o benefício suspenso. As informações são do Governo do Estado.

O recadastramento deve ser feito por meio do aplicativo “Meu RPPS”, que pode ser baixado na loja de aplicativos do celular. Caso o usuário não consiga fazer a prova de vida pelo aplicativo, ele poderá entrar em contato com a PiauíPrev pelo número do WhatsApp 86 99498-8195 ou enviar um e-mail para [email protected] Nesta quinta-feira (28), os órgãos da administração estadual estarão fechados devido o feriado do Dia do Servidor.

De acordo com a diretora da Piauí Prev, Nayana Cavalcanti, o feriado não vai atrapalhar quem ainda não fez a prova de vida, isso porque tudo é feito de forma virtual e até domingo há tempo suficiente para que os servidores aposentados e pensionistas realizem o recadastramento.

Segundo dados da Secretaria de Administração, a PiauíPrev paga cerca de R$ 178 milhões em 44 mil benefícios, sendo 34 mil aposentados e dez mil pensionistas.

Entenda
Assim como acontece com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em nível nacional, no Piauí, a prova de vida é um procedimento anual e obrigatório. É por meio dele que o Estado sabe se o inativo ou pensionista está vivo, já que estes beneficiários, justamente por não estarem em atividade, não possuem contato rotineiro com a Secretaria da Administração Estadual, órgão responsável pela gestão dos servidores ativos.

“A prova de vida evita que alguém, após a morte do aposentado ou pensionista, fique recebendo o benefício no lugar deste, causando custos ao erário por meio de uma fraude, já que o benefício é pessoal e intransferível”, afirma Ricardo Pontes, presidente da PiauíPrev.

App Meu RPPS
Após instalar o aplicativo “Meu RPPS” e selecionar o estado do Piauí, o segurado deverá cadastrar-se e criar uma senha de acesso, informando alguns dados preliminares a fim de garantir a segurança.

A partir disso, o beneficiário deverá acessar o menu referente à prova de vida, na tela inicial, e seguir os passos solicitados: enviar fotografia de um documento de identidade oficial (frente e verso), registrar uma captura de movimento através da câmera do celular e, por fim, tirar um autorretrato (selfie) e enviar. A comprovação digital será realizada por meio da validação da biometria facial, devendo o beneficiário acompanhar o resultado por meio do próprio aplicativo.

Em apenas cinco minutos, o usuário consegue fazer os procedimentos e concluir a prova de vida. O aplicativo é capaz de processar a prova de vida em até trinta minutos, quando o segurado poderá consultar o resultado no mesmo menu. Nos casos em que não houver confirmação automática, poderá demorar um pouco mais o retorno. O aplicativo “Meu RPPS” foi desenvolvido a partir de parceria técnica entre a PiauíPrev e a empresa Agenda Assessoria.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade