ad16
GeralTodas as Notícias

Setembro Amarelo é tema de ação na Câmara Municipal de Picos

A ação contou com a participação de servidores, vereadores e da equipe dos Centros de Atenção Psicossocial de Picos (CAPS II e CAPS AD).

Na manhã desta quinta-feira, 09 de setembro, uma roda de conversa marcou as atividades de combate ao suicídio na Câmara de Vereadores de Picos. A ação contou com a participação de servidores, vereadores e da equipe dos Centros de Atenção Psicossocial de Picos (CAPS II e CAPS AD).

O momento foi conduzido pela coordenadora do CAPS II, enfermeira Aurilândia Rocha Leal, que falou sobre a campanha “Setembro Amarelo” e a importância de perceber os sinais de ajuda. “A partir do momento que a gente vem enfatizar a valorização da vida, todos os participantes são multiplicadores de saúde para à população e os vereadores, que são figuras públicas, por estarem diretamente com a população são multiplicadores de saúde”, ressaltou a coordenadora.

Os servidores participaram de dinâmicas e puderam falar das suas experiências sobre a temática.
“O setembro amarelo é uma campanha de combata à depressão e ao suicídio, por isso é importante para buscarmos novas experiências na maneira de ajudar o próximo. A Câmara realizou este momento para que possamos nos fortalecer e ajudar àqueles que precisam de ajuda”, disse a vereadora Dalva Mocó.

O vereador Zé Luís, que também participou do evento destacou a importância de se priorizar a saúde mental e a valorização da vida. “Apesar do período difícil e incerto que estamos passando, as pessoas precisam de palavras que confortem, que motivem, que deem esperança. Nós vereadores que lidamos com a população, estamos observando os diversos tipos de problemas que as pessoas enfrentam, sobretudo relacionados à depressão”.

O vereador Gilson Nunes parabenizou a equipe do CAPS em realizar uma campanha com tamanha abrangência no município e ressaltou que é preciso lutarmos por dias melhores. “É um tema essencial para ser destacado, principalmente nesse período que estamos vivendo. Precisamos lutar por dias melhores. Com a ajuda do nosso Deus, conseguiremos ser bênção e luz na vida das pessoas, seja ajudando seja aconselhando ou seja acolhendo”.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade