ad16
Geral

Sílvio diz que PSDB respeita aliança e não quer cabeça de chapa

[ad#336×280]O ex-prefeito de Teresina, Sílvio Mendes, revelou, durante entrevista no Jornal do Piauí desta segunda-feira (27), que não tem chances de brigar para ser cabeça de chapa nessas eleições. O médico apresentou justificativas para não disputar novamente o cargo de governador.

“Dizem que é por medo. Tenho muitos medos, mas esse não é um deles. O Wall Ferraz tentou, o Chico Gerardo também, o Firmino tentou e até eu tentei. Mas não tento novamente por dois motivos: é preciso que ter aliança política forte e capilaridade. Ainda não temos”, disse.

O pré-candidato a vice-governador na chapa de Marcelo Castro revelou que usa de “bom senso” e “cautela” para balizar suas decisões políticas. Com essa declaração, ele esperar por fim nas especulações que dizem que Sílvio Mendes pode se lançar ao Karnak.

Sílvio Mendes fala sobre seu posicionamento político nas eleições para governador do Estado - Foto: Reprodução/Cidade Verde
Sílvio Mendes fala sobre seu posicionamento político nas eleições para governador do Estado – Foto: Reprodução/Cidade Verde

“Agora, estou mais ou menos convencido que devo voltar para a vida política pública. Também não vejo nenhuma possibilidade de o Zé Filho ‘virar a mesa’ e se lançar candidato sem apoiar o Marcelo. Falo com ele há um ano e ele nunca mudou a posição”, explica Sílvio Mendes.

O ex-prefeito também explicou que o PSDB pode não ter candidato a deputado federal em 2014. Essa foi, inclusive, uma das demandas exigidas pelo pré-candidato tucano a presidência, Aécio Neves quando o assunto é Piauí.

“Podemos continuar sem representação nacional. Não temos um nome forte para ser nosso candidato. O vice-governador Zé Filho até convidou Freitas Neto para ser nosso candidato, mas ele declinou”, revelou.

Sílvio Mendes contou ainda que não vê a possibilidade de Marcelo Castro transferir seus votos para algum candidato da coligação. “Os eleitores deles são os mesmo desde a primeira eleição, mas nem o filho dele será candidato”, disse.

PSDB no governo do Estado
Sílvio Mendes também revelou que o PSDB está participando das conversas sobre a reforma política a ser praticada antes da possível saída de Wilson Martins para disputar o Senado. “Não vou indicar ninguém, mas o partido pode indicar”, revela o ex-prefeito.

Lívio Galeno
liviogaleno@cidadeverde.com

Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também

Publicidade