ad16
Saúde

Sindicato dos Hospitais faz apelo sobre dívidas do Plamta

Sede do IAPEP
Sede do IAPEP

O Sindicato dos Hospitais do Piauí (SINDHOSPI), por meio de seu vice-presidente, Lúcio Brígido, faz um apelo sobre o impasse de uma divida dos convênios Plamta/Iapep, do Governo do Estado, e Plante/IPMT, da Prefeitura de Teresina, junto aos hospitais particulares e filantrópicos da capital.

O vice-presidente do SINDHOSPI relatou em entrevista, que deste agosto de 2011 o governo não repassa o pagamento das dívidas de atendimentos e internações feitas pelos convênios Plamta e Plante. Lúcio Brígido faz um apelo ao governo que, segundo ele, continua ignorando a situação. Ele ainda relata que o governo todo mês desconta a contribuição no contracheque do servidor público.
O Iapep ainda não se pronunciou de quando vai atualizar essa situação. “Estão devendo, agosto, setembro, outubro, novembro e dezembro e já estamos no final de janeiro e não temos nenhuma posição”, disse o vice-presidente.
Lúcio ainda frisou que o Plamte/IPMT entrou em negociação com a divida antiga, pagando julho, agosto e setembro, com o compromisso de em até três meses atualizar toda a situação. Os hospitais particulares e filantrópicos exigem do Plamta/Iapep uma solução urgente e definitiva para esse problema que existe há anos.
O SINDHOSPI, com o apoio do Sindicato dos Médicos e outras entidades, realizam no próximo dia 24, as 14 horas, no auditório do SINDHOSPI, uma Assembléia Geral Extraordinária. Na oportunidade, serão discutidas que medidas serão tomadas diante da indiferença do Governo do Estado em relação à negociação.
Da Redação
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade