ad16
BocainaDestaquesMunicípios

Sistema eletrônico na Barragem de Bocaina eleva lucros com a venda de peixes

Psicultura na Barragem de Bocaina
Psicultura na Barragem de Bocaina

Um projeto de criação de peixes no Piauí começa a dar resultados, gerando renda para dezenas de cooperados. Para melhorar as vendas e apresentar o produto em qualquer lugar, câmeras foram instaladas ao lado dos tanques, o que permite a visualização pela internet.

O projeto de piscicultura na Barragem de Bocaina, no sul do Piauí, foi implantado em 2005. Começou com 70 tanques-redes e hoje já são 500, com 40 cooperados. A produtividade ultrapassa 300 toneladas de tilápia por ano.

A estação de produção de alevinos, construída em parceria com a prefeitura de Bocaina, ajuda a reduzir os custos. De 15% a 20% do total de alevinos já são produzidos na estação. “Com o surgimento da cooperativa, veio a ideia da gente produzir em maior escala, com um melhoramento genético, para atender a cooperativa”, explica Domingos Macedo, secretário de Agricultura de Bocaina.

O criador João Francisco da Luz descobriu a atividade há seis anos. Desde então, o produtor rural decidiu investir também na criação de peixes. Hoje ele é o cooperado com o maior número de tanques-rede. Mesmo com a produtividade alta, o retorno financeiro ainda esbarra em algumas dificuldades. “Setenta por cento de todas as despesas da piscicultura é com a ração, que é muito cara”.

O investimento mais recente da cooperativa é um sistema de câmeras, que está em fase de implantação. De qualquer lugar do mundo, pela internet, os cooperados têm acesso às imagens.

O presidente da cooperativa, Francisco José da Luz, afirma que os produtores esperam ampliar o mercado consumidor. “A segurança é muito importante, mas a finalidade principal é apresentar o nosso produto em qualquer lugar do planeta. Através das câmeras que estão instaladas, nós podemos estar de frente para o cliente, mostrando o produto para ele, como se estivesse aqui no local”.

Os investimentos para a instalação de câmeras somam R$ 35 mil e conta com o monitoramento de 12 câmeras.

Fonte: APPM

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade