ad16
DestaquesGeralSaúdeTodas as Notícias

Sobe para 36 casos de microcefalia e governador decreta estado de emergência

O governador Wellington Dias (PT) decretou estado de emergência e alerta no Estado para combater o mosquito Aedes aegypti, causador da zika vírus, e seria um dos vetores para a microcefalia em bebês. O Ministério da Saúde comunicou que o Piauí já registrou 36 casos de microcefalia em recém-nascidos. Em reunião no Palácio de Karnak, Wellington Dias informou que irá decretar situação de emergência em três municípios: Alegrete, Santana do Piauí e Avelino Lopes, devido o alto índice de infestação do mosquito. Dez cidades está em situação de alerta, inclusive Teresina.

Durante entrevista à TV Cidade Verde após a reunião no Karnak, o governador admitiu que o governo pode ter responsabilidade no aumento dos casos de dengue na capital. Segundo ele, em 2007, houve um grande índice e logo em seguida, uma grande redução.

Governador Welington Dias Foto: Riachãonet
Governador Welington Dias
Foto: Riachãonet

“Porém o número cresceu porque alguns relaxaram e não houve a prevenção devida”, declarou o governador.

Segundo ele, o Estado agora trabalhará em alerta pela incidência dos casos de microcefalia registrados . “Vamos envolver toda a população em um trabalho onde o objetivo será matar o mosquito da dengue e evitar que ele se propague”, completou.

Há 153 municípios onde não foram registrados casos da doença, mas segundo o governador isso se deve ao fato de os sistemas não estarem sendo atualizados nos municípios. ” Vamos trabalhar usando todas as possibilidades. De um lado a educação, convencer as pessoas a limpar o seu quintal e sua casa e iniciar uma nova etapa contra o mosquito. Pedimos a rede de saúde para cuidar em fazer as notificações nos municípios para que possamos acompanhar os casos. Cada um fazendo a sua parte, vamos vencer.”, declarou Wellington Dias.

Atualizada às 12h40 (hora local)

Em reunião realizada com diversos órgãos que discutiu o problema do aumento de casos de microcefalia no Piauí,  o governador  Wellington Dias disse que a medida emergencial agora é o retorno de borrifada do inseticida, conhecido popularmente como fumacê, nas ruas para exterminar o mosquito Aedes Aegypti.

“O foco agora é a prevenção. Precisamos acabar com o mosquito, porque é a única forma de fazer com que as pessoas não contraiam a dengue e a Zika vírus, indicada como possível causadora dos casos recentes de microcefalia no país”, disse o chefe do executivo.

No Brasil já foram confirmados mais de 700 com maior predominância no Nordeste.

O governador disse ainda que também já estão sendo tomadas providências para que a partir da próxima semana sejam reforçadas as redes de prevenções nos 13 municípios que estão em estado de alerta pelo número de casos registrados de dengue e foco do mosquito.

Participam da reunião: APPM, Sesapi, Seduc, Funasa, PM, Exército, Bombeiros, Conselho das Igrejas Evangélicas, Igreja Católica, Conselho Estadual de Saúde e Presidente dos Conselhos Municipais de Saúde, Prefeitura de Teresina, Alegrete, Avelino Lopes, Santana do Piauí, Buriti dos Lopes, Buriti dos Montes, Campo Grande, Cocal da Estação, Francisco Santos, Jaicós, Monsenhor Hipólito, Pedro II, Pio IX, São Miguel do Tapuio e Uruçui.

Fonte: cidadeverde.com

Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também