ad16
EsporteGeralTodas as Notícias

Sport despede-se de seu eterno ídolo, Leonardo

O maior atacante da história do Sport Club do Recife, Leonardo Pereira da Silva, partiu na tarde desta terça-feira (01) aos 41 anos. Internado desde o dia 3 de fevereiro no Hospital da Restauração, o goleador, natural de Picos-PI, vai deixar grande saudade. Com autorização da família, o velório será realizado na Sede do Clube, na noite de hoje. O presidente João Humberto Martorelli decretou luto de três dias com bandeira a meio mastro. O Clube também se prepara para homenageá-lo na partida desta quinta-feira (03) na Ilha do Retiro.

Tem jogadores que fazem parte de quem somos sem se darem conta. São dribles, desarmes e dancinhas em frente aos defensores. São muitas alegrias. Mas Leonardo foi além. Leonardo transformou chutes em gols, dribles em arte e meras partidas em 6 a 0 e 5 a 2. Mesmo com a pouca altura – apenas 1,66m – ele era gigante. Foi o Terror da Ilha do Retiro. E também de marcadores e goleiros.

Ex-jogador Leonardo
Ex-jogador Leonardo

O melhor atacante do Sport, de tão destemido, tornou-se o terceiro maior artilheiro da história do Clube com 133 gols em 367 jogos. Como bom nordestino, fez o Nordeste se curvar duas vezes perante ele, em 1994 e em 2000. Pernambuco também reverenciou o piauiense em sete oportunidades: 1992, 1994, 1996, 1997, 1998, 1999 e 2000.

Rubro-negro de coração e alma, depois de sua aposentadoria, Leonardo voltou ao Sport. Desta vez como preparador técnico. Ele atuava junto às comissões de todas as categorias de base, ensinando a fazer o que sempre fez de melhor: se posicionar diante do gol.

Quem é rei, jamais perde a majestade. Leonardo, palavras e lágrimas não são suficientes. Lágrimas que um dia se emocionaram com teus gols, hoje descem com amargo saudosismo. O Sport teve a sorte de te ter, e nós tivemos a sorte de ser Sport. Obrigado por tudo.

Site Oficial do Sport

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade