ad16
DestaquesGeralPolícia

TJ concede liberdade ao médico picoense acusado de matar cinco em acidente na BR 343

Marcelo Martins de Moura-Foto:Arquivo

O médico Marcelo Martins de Moura acaba de ser solto. O oficial de Justiça levou agora à tarde o alvará de soltura à sede do Corpo de Bombeiros, onde o acusado permaneceu preso por 23 dias.

Marcelo terá de comparecer quinzenalmente à Secretaria Criminal do Tribunal de Justiça, não poderá sair de casa durante a noite ou nos sábados, domingos e feriados; não poderá frequentar bares e festas; também não poderá se ausentar da comarca de Teresina sem comunicar ao juiz e está proibido de dirigir até o encerramento do processo.

O acusado não quis falar com a imprensa. Ele saiu pela garagem do Corpo de Bombeiros e entrou rapidamente no carro do advogado.

De acordo com Ezequiel Cassiano, advogado do médico Marcelo Martins de Moura, o TJ decidiu revogar a prisão preventiva e conceder habeas corpus a seu cliente por três votos a zero. O acusado permanecerá em liberdade provisória e será aguardado apenas o alvará de soltura.

Entretanto, foram determinadas condições a serem cumpridas durante o período de liberdade. Marcelo terá de comparecer quinzenalmente à Secretaria Criminal do Tribunal de Justiça, não poderá sair de casa durante a noite ou nos sábados, domingos e feriados; também não poderá se ausentar da comarca de Teresina sem comunicar ao juiz e está proibido de dirigir até o encerramento do processo.

Cidade Verde

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade