ad16
AutoPECASonline24.pt
https://ead.uninta.edu.br/
DestaquesGeralTodas as Notícias

Tremor de terra em Teresina alarma população e pode ocorrer novamente

 
 
Tremor que durou alguns segundos assustou teresinenses na manhã desta terça-feira (3) em várias áreas da cidade e fez com que vários prédios fossem evacuados. No Centro da capital, uma correria foi registrada.

O Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo apontou um tremor de terra com epicentro em Belágua, no Maranhão com magnutide 4,6 na escala Ritcher às 9h43 (horário local) desta terça-feira (3). A cidade maranhense fica a 296 km de Teresina.

05ed1760440859a5-1900x900_c

Prédios foram evacuados após tremor e pessoas se aglomeraram na rua (Foto: João Cunha/G1)
Prédios foram evacuados após tremor e pessoas se aglomeraram na rua (Foto: João Cunha/G1)

Clientes que estavam na agência da Caixa Econômica Federal, na Rua Areolino de Abreu, deixaram o banco correndo após sentirem o abalo. Fabrício Moura, funcionário do banco, contou ao G1 que estava no 3º andar quando o fato ocorreu.

“Eu mesmo não senti, mas o pessoal que trabalha no 5º andar, último do prédio, relataram que as mesas e cadeiras tremeram, objetos chegaram a cair e por isso começamos a descer avisar nos demais andares para que o prédio fosse evacuado. Como foi uma situação inusitada, procuramos manter a calma para que todos conseguissem sair. A agência está fechada e só vamos retornar após uma vistoria do Corpo de Bombeiros, já que o prédio tem estrutura antiga”, falou.

 

O servidor público Flávio Siqueira estava no prédio onde funciona a Defesa Civil do estado. Ele disse que todos os funcionários do prédio saíram correndo e que no tumulto, pessoas se machucaram.

“Nós estávamos sentados, trabalhando, quando o prédio começou a balançar. Todo mundo gritou e correu para abandonar o prédio. Foi desesperador”, falou. Ainda de acordo com o servidor público, o prédio foi evacuado. As pessoas que trabalham no local estão preocupadas e decidiram que não voltam até que alguma entidade se pronuncie explicando o que aconteceu. Ameaçam, inclusive, não trabalharem nesta quarta-feira (4).

O mesmo ocorreu no prédio do Instituto de Assistência e Previdência Privada do Estado do Piauí (IAPEP), quando todos os servidores também deixaram o local.

O abalo sísmico foi sentido por pessoas em vários bairros da capital. O G1 entrou em contato com o Serviço Geológico do Brasil (CPRM) e o órgão informou que, por enquanto, não recebeu nenhuma notificação de tremores de terra.

O Corpo de Bombeiros chegou a registrar vários chamados durante a manhã e encaminhou equipes para três pontos da cidade: Centro, Santa Maria da Codipi, Zona Norte e Morada do Sol, Zona Leste.

“Por enquanto, ainda não temos como avaliar o que houve e nem emitir alguma opinião. Diante dos chamados, as equipes foram enviadas, mas não tem nenhum indício ainda de acidentes. O atendimento é mais por causa da preocupação da população”, falou o major Egídio Leite.

O fenômeno foi o assunto da manhã nas redes sociais. Vários foram os relatos de pessoas que sentiram o abalo.

G1 Piauí

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade