ad16
DestaquesTodas as Notícias

Três em cada quatro empresas picoenses temem concorrência com shopping centers

Faltando pouco mais de um ano para a abertura de dois centros comerciais em Picos – o Piauí Shopping e o Picos Plaza Shopping – 75%dos lojistas já instalados no município temem a chegada dos novos concorrentes, ou seja, três em cada quatro entrevistados estão temerosos quanto ao futuro. É o que revela levantamento realizado pela divisão de pesquisas da empresa de marketing e recursos humanos Carreira Vitoriosa.

O estudo já ouviu 255 empresários de diversos segmentos. Apenas 25,5% dos entrevistados acreditam que os seus negócios não serão afetados de forma alguma, enquanto 10,2% preveem que o comércio do centro e adjacências será fortemente afetado, a ponto de algumas lojas virem a fechar suas portas em função da forte concorrência.

Piauí Shopping
Piauí Shopping

ESTRUTURAS

O Piauí Shopping e o Picos Plaza Shopping terão estruturas para receberem até 200 lojas cada um, além de salas de cinema, praças de alimentação, academias, espaço saúde e estacionamentos para até mil veículos. Ambos encontram-se em fase avançada na construção de suas estruturas físicas. As previsões são que abram as suas portas para o público consumidor até o final de 2016.

MARKETING

Mantidas ainda em segredo, as estratégias de marketing de inauguração dos dois novos centros comerciais não devem ser nada econômicas. Especula-se que ambos irão lançar campanhas com forte apelo de atração do público consumidor de Picos e região, com o sorteio de vários prêmios, inclusive automóveis 0 km. “Será um duelo de gigantes”- prevê o profissional de marketing e empreendedor Wedson Bezerra Pereira, coordenador da pesquisa junto à classe empresarial.

PESQUISA

Atuando com pesquisas de mercado e eleitorais há 20 anos, o profissional de Marketing Wedson Bezerra decidiu fazer por conta própria um levantamento junto ao comércio de Picos, para avaliar o pensamento e os humores do empresariado local sobre alguns temas, como o afastamento do prefeito Kléber Eulálio, o ajuste fiscal do Governo Federal, e a expectativa em relação à abertura dos dois shopping centers, além de outras questões que irão orientar as ações da Carreira Vitoriosa nos próximos meses.

NÚMEROS

Para 25,9% dos entrevistados, as suas empresas ainda não estão devidamente preparadas para enfrentar os novos concorrentes que virão com a abertura dos dois centros comerciais. 5,1% das empresas declararam que irão abrir filiais em pelo menos um dos shoppings, enquanto 26,3% responderam que estão preparadas para lidar com a nova realidade.

FICHA TÉCNICA

Até o momento dessa totalização parcial, foram pesquisados 255 empresários. O intervalo de confiança estimado é de 95,0% e a margem de erro máxima estimada é de 5% para mais ou para menos sobre os resultados da pesquisa.

PROGRAMA EMPRESA VITORIOSA

Eleita em 2014 pelo programa ALI do SEBRAE a empresa mais inovadora do Piauí, a Carreira Vitoriosa está lançando um programa de apoio às micro e pequenas empresas, nas áreas de marketing (inclusive digital) e recursos humanos. “Com um baixíssimo investimento, a empresa terá toda uma estrutura profissional a sua disposição”- comemora Wedson.

NOVA PESQUISA: O MAPA DA MINA

Durante o mês de julho, a Carreira Vitoriosa, através de sua divisão de pesquisas, irá fazer um levantamento inovador junto à população de Picos e cidades vizinhas, sobre os hábitos de consumo e audiência dos meios de comunicação. Esse novo levantamento pretende oferecer à classe empresarial uma radiografia sobre o pensamento, comportamento e intenções dos consumidores, e deve ser apresentado em forma de relatório durante evento denominado “O Mapa da Mina”.

O idealizador do projeto Wedson Bezerra pretende realizar a mesma pesquisa em Teresina, Juazeiro do Norte e Petrolina. “Há 15 anos fizemos uma pesquisa em Teresina e Timon sobre os hábitos de consumo e audiência dos meios de comunicação, e realizamos um grande evento denominado O Mapa da Mina, reunindo 250 empresários no Rio Poty Hotel, quando apresentamos os números do levantamento. De lá para cá, não foi feito nada similar”- afirma Wedson Bezerra.

Fonte: Ascom/Carreira Vitoriosa

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade