ad16
PolíciaTodas as Notícias

Três pessoas são condenadas em Picos após envolvimento em fraude ao Seguro DPVAT

As penas variam de 5 a 6 anos de reclusão e os processos foram iniciados por uma notícia-crime da Seguradora Líder

Neste mês de novembro, as ações proativas da Seguradora Líder para combate às fraudes ao Seguro DPVAT contabilizaram mais um importante resultado. Três pessoas foram condenadas à prisão na cidade de Picos, após tentativa de um pedido de indenização por morte, correspondente ao valor de R$13.500, com documentação fraudada.

As penas variam de 5 a 6 anos de reclusão e os processos foram iniciados por uma notícia-crime da Seguradora Líder, enviada para o Ministério Público de Picos (PI) após identificação de fraude no Boletim de Ocorrência (BO), apresentado no pedido de indenização. O documento informava que a morte havia sido provocada por um acidente de moto, quando, na verdade, ocorreu após uma queda de bicicleta. Nesse caso, como a bicicleta não é um veículo sujeito a registro e a licenciamento, na forma do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), não há direito ao recebimento do Seguro DPVAT.

Atualmente, o Piauí é responsável por, aproximadamente, 2,6% do total de 7.319 procedimentos criminais ativos em todo o Brasil. Vale lembrar que, até o fechamento de outubro, as iniciativas proativas da Seguradora Líder resultaram em 35 sentenças condenatórias, 55 condenados, 31 cancelamentos, suspensões ou cassações de registros em órgãos de classe e 21 prisões em todo o Brasil.

Tags

Leia Também

Publicidade