DestaquesGeralTodas as Notícias

UESPI realiza mesa redonda sobre diversidade de gênero

Será realizado na UESPI, campus de Picos, entre os dias 8 e 9 de agosto, uma mesa de discussão sobre a diversidade de gênero. O evento é destinado a comunidade acadêmica e sociedade em geral. Os palestrantes da roda de conversa serão Jovanna Cardoso, coordenadora de politicas públicas para LGBT, o procurador geral do município, Zé Neto Monteiro, a professora doutoranda em Educação Edna Moura e o professor doutorando em História da Sexualidade Humana, Paulo Mafra.  As inscrições serão realizadas no momento do evento. Para efetuar, basta pagar o valor de R$ 3,00 mais 1 kg de alimento não perecível.

“A ideia de fazer essa roda de conversa partiu da discriminação contra a comunidade LGBT aqui no município de Picos. Vimos a necessidade de levar essa discussão também para o meio acadêmico“, informa um dos coordenadores do evento Patrick Sousa.

Novo Campus da Uespi de Picos - Foto: Reprodução
Novo Campus da Uespi de Picos – Foto: Reprodução

BANNER_TERRENOIS_SUSSUAPARA (1)Serão discutidos durante o evento a identidade de gênero, a diversidade sexual, a diversidade de gênero no meio escolar, como se deve ser tratadas as pessoas transexuais . “Vão ser temas para levar ao debate mesmo. A gente vê uma carência muito grande no nosso campus da Universidade Estadual do Piauí em Picos”, diz o coordenador.

Ele informa que no campus de Teresina sempre tem, na época da parada LGBT, rodas e conversas. “Às vezes tem uma semana inteira de eventos sobre LGBT. Então, eu sinto essa carência e essa necessidade de levar essa discussão”, comenta  o coordenador do evento em Picos.

“Em conversa com o diretor do campus, Evandro Alberto, ele sugeriu que fosse feito um evento com essa temática. Então levei a proposta para os demais diretores e foi aprovada. Todos abraçaram a causa , agora vamos realizar essa discussão que quebra barreiras não só do preconceito interno, mas também do externo”, explica Patrick Sousa.

Para Patrick, a sociedade ainda se priva da discussão desses assuntos, mas não tanto como antigamente. “Muita gente nunca ouviu falar sobre identidade de gênero , então as informações que forem repassadas no evento serão muito importantes para as pessoas clarearem suas mentes”, enfatiza.

LER MATÉRIA COMPLETA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também