ad16
AutoPECASonline24.pt
DestaquesEducação

UFPI: 25 mil devem realizar novo cadastro para garantir matrícula

Tela do SIGAA da UFPI
Tela do SIGAA da UFPI

O Núcleo de Tecnologia da Informação da UFPI disponibilizou desde ontem (13) o módulo de Graduação no Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA).  Todos os estudantes de graduação são obrigados a fazer o autocadastro no novo sistema. Para isso, devem acessar www.sigaa.ufpi.br, clicar no botão entrar e depois clicar na opção “Cadastre-se”, disponível do lado inferior direito da tela de login. Na tela que se abrirá, os alunos deverão informar alguns dados, além de escolher um usuário e senha. Preenchendo corretamente, o sistema enviará um email de confirmação para o aluno, que deverá clicar no link enviado para ativar seu usuário e senha.

O NTI informa que alguns alunos poderão ter problema na realização do autocadastro. Os discentes que tiverem problemas deverão reportar a situação para o coordenador ou chefe de seu curso e este deverá abrir um chamado por meio do SIG para que o NTI possa corrigir a situação.

Após a realização do autocadastro, todos os alunos deverão atualizar seus dados cadastrais, pois este é um dos pré-requisitos exigidos para a realização da matrícula curricular. Para evitar imprevistos, os alunos devem realizar essas operações antes do dia 26 de novembro, data inicial do período de matrícula curricular.

Para realizar a atualização dos dados cadastrais os alunos devem acessar a funcionalidade “Meus dados pessoais”, disponível do lado direito do portal do discente, ao lado do local onde fica a foto do discente.

É muito importante que os coordenadores e chefes de curso comuniquem essa notícia para os discentes e cobrem a realização das tarefas solicitadas, para que se evite transtornos na semana de matrícula curricular.

O SIGAA substitui o antigo Aluno Online. E assim, como já ocorre na pós-graduação, os alunos se matricularão curricularmente por meio do novo sistema.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade