ad16
DestaquesEducaçãoTodas as Notícias

UFPI mantém cronograma de inscrições no SISU 2020 mesmo com suspensão da divulgação dos resultados

“A Universidade Federal do Piauí (UFPI), por meio da Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (PREG), comunica que aguarda a publicação do resultado do Sisu 1/2020 a cargo do MEC”

A Universidade Federal do Piauí (Ufpi) informou, através de nota à imprensa, que a instituição aguarda a publicação do resultado do SiSU 2020.1, que ficou a cargo do MEC. “Nesse sentido, para o momento, fica mantido o cronograma relativo à primeira chamada para ingresso na Ufpi”, diz trecho da nota.

Algumas instituições no Brasil decidiram suspender a divulgação do resultado após a liminar concedida pela 8ª Vara Cível Federal de São Paulo, na tarde da última sexta-feira (24/01), que determinou a suspensão do processo do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), em ação movida pela Defensoria Pública da União. No entanto, a Ufpi deve seguir o cronograma antes estipulado.

Universidade Federal do Piauí – UFPI — Foto: Fernando Brito/G1

Confira a nota na íntegra

A Universidade Federal do Piauí (UFPI), por meio da Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (PREG), comunica que aguarda a publicação do resultado do Sisu 1/2020 a cargo do MEC, inicialmente prevista para 28 de janeiro de 2020. Nesse sentido, para o momento, fica mantido o cronograma relativo à primeira chamada para ingresso na UFPI. 

ENTENDA

A Defensoria Pública da União (DPU) entrou com uma ação para que a Justiça Federal suspendesse a divulgação do resultado do SiSU 2020.1, petição que solicitou ao Ministério da Educação (MEC) a comprovação documentada da revisão das provas do Enem 2019. Foi pedido também que sejam explicados os parâmetros utilizados para a correção.

Para a DPU, o erro no Enem 2019 prejudicou não só os quase 6 mil estudantes que tiveram suas notas calculadas erradas, mas também os demais participantes, já que a nota de corte e a classificação do SiSU dependem de todos os concorrentes que fizeram o exame.

No último sábado (25), a Justiça Federal de São Paulo acatou o pedido da DPU e determinou a suspensão da divulgação do resultado do SiSU 2020/1, dando ao MEC o prazo de cinco dias para o cumprimento da decisão, sob multa diária de R$ 10 mil.

A 8ª Vara Cível de São Paulo determinou a suspensão da divulgação do resultado ao fim das inscrições no SiSU 2020/1, as quais foram recebidas até as 23h59 de domingo (26). De acordo com o Judiciário, é a partir de tal momento que os possíveis prejuízos aos estudantes se tornam concretos. A decisão levou em consideração o princípio da transparência e a isonomia (igualdade) de tratamento dos participantes.

ERROS NA CORREÇÃO

Em 18 de janeiro, um dia após a divulgação do resultado do Enem 2019, o MEC admitiu erro nas notas de milhares de participantes. Além da varredura feita pela equipe do Inep, um canal foi aberto para que os participantes solicitassem a revisão de suas notas e, segundo o órgão, cerca de 172 mil pessoas entraram em contato.

Apesar do grande número de solicitações e relatos de notas divergentes, o Inep informou que o erro foi detectado em quase 6 mil dos 3,9 milhões de participantes. A justificativa do órgão para a falha foi um problema no momento da impressão do exame que resultou na troca entre cor da prova e gabarito (estudantes com caderno cinza tiveram suas questões corrigidas como se fossem da prova amarela).

Fonte: Nataniel Lima/Portal Oitomeia

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar
Publicidade