ad16
GeralTodas as Notícias

Último dia para recadastramento: 4.300 servidores podem ficar sem salário

Os servidores públicos que ainda não fizeram o recadastramento bienal obrigatório têm somente até as 18h desta quarta-feira (29) para regularizar a situação, sob pena de não receber salário e ainda responder a processo administrativo, que pode resultar em exoneração.

Ao vivo para o Notícia da Manhã, o secretário da Administração, Franzé Silva, ressaltou que esses servidores atrasados tiveram um prazo de quase quatro meses para fazer esse recadastramento pela internet, totalmente online, e não fizeram. “No interior, para quem não tem o hábito de usar a internet, colocamos uma estrutura nas regionais de educação, mesmo assim não apareceram. Abrimos um período adicional para os retardatários, organizado por letra e até ontem não tinha fila. Hoje aqui tá lotado, e tem até gente de inicial A”, completou o gestor.

Franzé Silva
Franzé Silva

Hoje, pelo calendário, era para comparecer os servidores com nome que iniciam pelas letras s,t,u,v,w, y,x,z. Mas nada impede que os demais possam se apresentar, por isso a fila está a perder de vista. “Vai ter desconforto, claro, porque não temos uma estrutura para atender a todos de uma só vez. Hoje é o último dia e estamos com cerca de 4.300 servidores que ainda não realizaram o recadastramento”, pontua Franzé.

O secretário ainda destacou que no recadastramento de 2015, aproximadamente 7 mil servidores saíram da folha de pagamento por irregularidades, o que representou uma economia de R$ 21 milhões. “Não podemos mais perder esse controle, por isso o recadastramento se tornou obritatório a cada dois anos”, explicou.

Franzé finalizou a entrevista dizendo que a base da folha de pagamento de dezembro será fechada após os atendimentos de hoje, que finalizam às 18h. “Quem não se atualizar será notificado e responderá processo administrativo junto à Procuradoria Geral do Estado (PGE)”, enfatizou.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade