ad16
DestaquesPolícia

Um ano após assassinato, crime contra Iones Sousa segue sem desfecho

[ad#336×280]Nesta quinta-feira (30), completa-se 1 ano que a ex- funcionária da Agência de Defesa Agropecuária do Piauí, Iones Sousa, foi assassinada com dois tiros na cabeça no município de Santo Antônio de Lisboa. Até o momento, não houve desfecho sobre o crime e ninguém foi preso.

Uma das filhas de Iones, Patricia Sousa, não se conforma sobre o andamento do inquérito que apura o caso. “A justiça parece que está cega. Minha mãe não significava nada?”, indaga. Os filhos de Iones estão sob proteção policial, pois há suspeita que o crime tenha sido encomendado por pistoleiros. Patricia teve, inclusive,  que abandonar sua casa por medida de segurança.

A filha de Ione, Patrícia Sousa
A filha de Ione, Patrícia Sousa

A União das Mulheres Piauiense realiza o acompanhamento do inquérito que apura a morte de Iones, junto à Delegacia de Homicídios. De acordo com a representante da entidade, Lourdes Melo, o delegado do caso alegou que está realizando a investigação, de acordo com as condições oferecidas pela polícia civil do Piauí.

Patricia Sousa divulgou hoje uma mensagem sobre o 1 ano de morte de sua mãe. “Aquela mãe que enfrentou a todos sem medo e lutou a cada amanhecer pela vida e felicidade dos filhos e netos e, além disso, ultrapassou as fronteiras de sua casa, do seu lar e com toda força e coragem foi à luta pelos que precisavam de seu apoio, de sua voz, foi à luta pelo povo e para o povo. Mãe, seus filhos e netos, sua família, lembrará sempre com orgulho e alegria do que você foi e será para sempre. Nossa guerreira, mulher de luta, mulher de fibra, destemida e mais do que tudo, JUSTA e HUMANA”.

Fonte: Jornal O Dia

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade