ad16
AutoPECASonline24.pt
DestaquesEducação

Universidade Estadual do Piauí extingue o vestibular tradicional e adere ao Enem

Uespi
UESPi de Picos

A Universidade Estadual do Piauí (Uespi) vai aderir ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O conselho da Universidade e o reitor Carlos Alberto decidiram pela adesão.

O reitor Carlos Alberto defende que a adesão seja de 100% e não apenas 50%. Já que o vestibular seria feito de uma vez só, mas com adesão de apenas 50%, a Uespi precisaria ainda realizar o vestibular específico.

O principal motivo para a adesão seria a questão financeira na Uespi, já que o Ministério da Educação doa R$ 3 milhões para cada mil vagas. O dinheiro é investido em melhorias nas Universidade.

No dia 15 de fevereiro, a Uespi recebeu a visita da diretora da Secretaria de Educação Superior (Sesu) do Ministério da Educação (MEC), Paula Brando, que mostrou como funciona o sistema e afirmou que o programa já cadastrou 83 instituições em todo o país.

Entenda como funciona o Enem

Além de servir como prova para o processo seletivo de universidades federais, estaduais e de Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, o Enem também é utilizado para a seleção dos bolsistas do ProUni e ainda continuará valendo como parte das notas de alguns vestibulares de instituições particulares.

A iniciativa de substituir o vestibular pelo Enem é uma tentativa do MEC de reformular o currículo do ensino médio. Com a nota tirada no Enem, o aluno pode escolher em que universidade do país, que esteja participando do processo seletivo, deseja concorrer à vaga, podendo assim concorrer a vagas de vestibulares em outros estados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade