ad16
DestaquesGeral

Veja o calendário e se programe para acompanhar as eleições

27/set

– Data a partir da qual nenhum eleitor poderá ser preso ou detido, salvo em flagrante delito, ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável, ou por desrespeito a salvo-conduto (Código Eleitoral, art. 236, caput).

29/set

– A partir desta data, o juízo eleitoral ou o presidente da mesa receptora poderá expedir salvo-conduto em favor de eleitor que sofrer violência moral ou física na sua liberdade de votar.

– Termina a transmissão da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão.

– Último dia para propaganda política mediante reuniões públicas ou promoção de comícios e utilização de aparelhos de som fixos, entre as 8 e às 24 horas. Somente o comício de encerramento da campanha que poderá se extender para um prazo de até duas horas.

– Último dia para a realização de debate no rádio e na televisão. A transmissão deverá começar nesta data e ser encerrada até, no máximo, as 7h do dia seguinte (30/10/16).

– Tribunal Superior Eleitoral poderá divulgar comunicados, boletins e informativos aos eleitores. Serão veiculados por um tempo diário de no máximo 10 minutos, contínuos ou não. Além disso, a divulgação acontecerá até dia 01 de outubro.

30/set

– Último dia para a divulgação paga de propaganda eleitoral na imprensa escrita. Além disso, a reprodução na Internet de jornal impresso com propaganda eleitoral também deverá acabar na mesma data.

01/out

– Último dia para a entrega da segunda via do título eleitoral.

– Último dia para a propaganda eleitoral com uso de alto-falantes ou amplificadores de som, entre às 8 e às 22 horas.

– Último dia para a distribuição de material gráfico e a promoção de caminhada, carreata, passeata ou carro de som que transite pela cidade divulgando jingles ou mensagens de candidatos. Tudo poderá acontecer até às 22 horas.

OUTUBRO

02/out

VOTAÇÃO DO 1º TURNO DAS ELEIÇÕES 2016, ENTRE ÀS 8H E ÀS 17H

– O comércio poderá funcionar no dia da eleição, desde que a empresa forneça aos funcionários as condições que precisam para votar.

– É permitida a manifestação individual e silenciosa da preferência do eleitor por partido político, coligação ou candidato.

– É proibida a aglomeração de pessoas portando roupas padronizadas, bandeiras, broches, dísticos e adesivos que possam demonstrar uma manifestação coletiva. Esta determinação existirá até o final da votação do primeiro turno.

– Os mesários, servidores da Justiça Eleitoral e  escrutinadores estão proibidos comparecer ao recinto das seções eleitorais e juntas apuradoras com qualquer objeto que faça menção à determinado partido ou candidato.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade