ad16
PolíticaTodas as Notícias

Vereador Afonsinho critica assédio do prefeito aos vereadores de oposição

Atualmente a bancada oposicionista conta com nove dos 15 vereadores da Casa

O vereador oposicionista, Antônio Afonso Guimarães Júnior, o Afonsinho (Progressista), em discurso na Tribuna da Câmara Municipal de Picos na sessão de ontem (12), reclamou do assédio que os vereadores de oposição vêm sofrendo por parte do prefeito de Picos, José Walmir de Lima (PT), através de inúmeros emissários que tentam dia e noite cooptar esses parlamentares para o lado governista. Atualmente a bancada de oposição à gestão de Walmir Lima é maioria no Parlamento Municipal.

Atualmente a base oposicionista conta com nove dos 15 vereadores da Casa, superioridade numérica essa conseguida após o grupo político do ex-prefeito José Néri de Sousa e do seu filho, o deputado estadual José Icemar Néri, o Nerinho (PTB), se unir a oposição na eleição da Mesa Diretora da Câmara e lançar José Luís de Carvalho (PTB), candidato a presidente da Casa.

“Não sei por que o prefeito, Padre Walmir, tanto oferece secretarias para nós da oposição acho que já está na hora dele administrar com o que tem. A cidade de Picos está precisando de administração, não está precisando mais de político e nem você [prefeito] está precisando de políticos porque tem sua própria base aliada”, pontuou.

O parlamentar disse que desde que o PTB deixou a base governista, a administração municipal tem dado investidas seguidas em vereadores de outros partidos oposicionistas como o Progressista, o PRP e o PPS. “(Estão) oferecendo cargos, oferecendo vantagens para o nossos colegas Renato, Valdívia, Dedé Monteiro, Toinho de Chicá e até para mim”, frisou Afonsinho.

As reclamações aconteceram após o vereador da base governista, Simão Carvalho (PSD), se queixar que mesmo tendo apoiado a administração do prefeito Walmir de Lima (PT), jamais foi contemplado com uma secretaria municipal. “Ninguém nunca me procurou para oferecer a secretaria de Agricultura, nunca me procuraram para fazer parte do Poder Executivo Municipal”, lamentou Simão Carvalho.

Fonte: Portal O Povo
Edição: João Paulo Leal (Picos 40 Graus)

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar
Publicidade