ad16
GeralTodas as Notícias

Vereador Chaguinha denuncia Comissão de Licitação ao Ministério Público

Segundo ele, desde janeiro deste ano a Comissão vem postergando a licitação para aquisição de medicamentos

O vereador Francisco das Chagas de Sousa, o Chaguinha (PTB), denunciou na última sexta-feira, dia 06, a Comissão Permanente de Licitação da Prefeitura de Picos por morosidade nos processos licitatórios. A denúncia foi apresentada ao Ministério Público e de acordo com o parlamentar, desde o mês de janeiro deste ano a Comissão de Licitação da Prefeitura de Picos vem postergando a licitação para aquisição de medicamentos, o que tem prejudicado seriamente o suprimento dos postos de saúde do município.

O primeiro pedido para licitação de medicamentos foi feito pela então secretária Socorro Carvalho, que deixou o cargo sem a licitação ser realizada. Assumiram a pasta em seguida Cleide Sousa e Marília Bezerra e hoje, com a interina Valéria Albuquerque Sousa, até o presente momento a licitação não foi concluída. Segundo Chaguinha, no último dia 14 de junho o processo licitatório deveria ter sido concluído com a abertura da documentação de habilitação e propostas, que inclusive contou com a presença da promotora Romana Leite, mas o processo foi interrompido pela então presidente da CPL. “Participaram naquela oportunidade várias empresas, mas o processo não foi concluído e mais uma vez remarcada uma nova data” – informou.

O vereador petebista solicitou do Ministério Público que acompanhe o processo e fiscalize por acreditar que haja influências de pessoas do alto escalão da Prefeitura, dificultando a concretização do certame para beneficiar alguma empresa. “Com o Ministério Público acompanhando e fiscalizando, será possível a conclusão do processo e com isso a população carente será beneficiada com os medicamentos nos postos de saúde do município” – disse Chaguinha, acrescentando que além da licitação dos medicamentos, muitos outros processos ficam parados devido o marasmo ou incompetência dos que fazem a Comissão de Licitação.

Fonte: Mundinews
Edição: João Paulo Leal

Tags
LER MATÉRIA COMPLETA

Leia Também