ad16
GeralTodas as Notícias

Vereador picoense repudia cortes na educação

Afonsinho apresentou uma moção de repúdio contra o corte de 30% nos recursos da educação, que prejudicarão a UFPI e o IFPI

O vereador Afonso Guimarães, o Afonsinho (PP), apresentou, durante a sessão realizada na tarde da quinta-feira, 09, na Câmara Municipal de Picos, uma moção de repúdio contra o corte de 30% nos recursos da educação, que prejudicarão a UFPI e o IFPI, instituições que atendem milhares de pessoas e dão importante contribuição para a sociedade local.

“Nós estamos repudiando esse ato, pois o futuro está na educação, como a universidade federal poderá funcionar com uma baixa tão grande nos recursos? nós estamos vendo as manifestações dos reitores e estamos muito preocupados”, declarou.

Vereador Afonsinho – Foto: Ascom

O vereador afirmou que a UFPI, além de oferecer uma educação de qualidade para a população de Picos e região, também tem um importante papel no desenvolvimento da pesquisa local. “São 11 cursos naquela universidade e mais de três mil alunos, como ela poderá se manter? O Governo Federal precisa rever essa decisão, pois não podemos defender ações que prejudiquem a população”, declarou.

O anúncio do corte de 30% dos recursos das universidades e institutos federais foi anunciado pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, no início da semana, e tem provocado uma série de manifestações de repúdio e em defesa da educação por todo o país. Uma grande paralisação acontecerá na próxima quarta-feira, 15 de maior.

No dia seguinte ao anúncio no corte do orçamento o reitor da UFPI, Prof. Dr. Arimateia Dantas, informou que a instituição só conseguirá se manter até o mês de setembro, depois disso fechará as portas. O mesmo foi dito pelo diretor da UFPI de Picos, Prof. Dr. Gleison Monteiro, que ressaltou os prejuízos para a comunidade acadêmica.

Reportagem Jaílson Dias

Tags

Leia Também

Publicidade