ad16
AutoPECASonline24.pt
GeralPolítica

Vereador propõe “Moção de Repúdio” a policiais que integraram “Operação Segor”

Moção de Repúdio
Moção de Repúdio será apresentada na Câmara Municipal.

Atualização às 17h00

Em entrevista ao RiachãoNet o vereador Antônio Afonso (PP) disse que a expressão “Moção de Repúdio” verificada no Boletim Informativo (documento oficial) da Câmara Municipal estava incorreta. Ele reconheceu que inicialmente os vereadores planejavam essa ação em retaliação a prisão do fotojornalista Joel Marques Cardoso na “Operação Segor”, mas com a presteza da Polícia Civil em reconhecer a inocência de Joel e soltá-lo, a moção seria substituída por “manifestação de apoio”, modificação que não foi efetuada a tempo.

Texto inicial

Em meio a requerimentos solicitando pavimentação poliédrica e ampliação da iluminação pública, uma das solicitações apresentadas no Boletim Informativo da Câmara Municipal de Picos, divulgado na manhã desta quinta-feira (16), chamou a atenção. O vice-presidente do poder legislativo, vereador Antônio Afonso (PP), propõe uma “Moção de Repúdio” aos policiais civis e militares envolvidos na “Operação Segor”.

A justificativa para a “Moção de Repúdio” apresentada no requerimento foi a prisão equivocada do fotojornalista Joel Marques Cardoso, detido na última quinta-feira (09). Joel já foi liberado pela polícia e deve retornar a Picos na sexta-feira (16). No boletim consta que os demais vereadores também assinaram o documento.

O requerimento do vereador Antônio Afonso será apresentado na sessão ordinária a ser realizada logo mais, a partir das 15h30min, na Câmara Municipal de Picos. O vereador é vizinho e amigo de Joel e seus familiares.

Nos últimos dias amigos e familiares do fotojornalista se pronunciaram ativamente através das mídias sociais e da imprensa pedindo a soltura de Joel Marques e defendendo a sua honra como pessoa idônea.

A “Operação Segor” foi deflagrada pela Polícia Civil na semana passada e redundou na prisão de 16 pessoas, cumprindo 22 mandados de prisão e 28 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 4° Vara de Execuções Penais da Comarca de Picos.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade