ad16
DestaquesTodas as Notícias

Vereadores aprovam PL que inclui Jornalistas e outras categorias na vacinação contra Covid-19

O autor do Projeto de Lei, o vereador Francisco das Chagas de Sousa, o Chaguinha (PTB), disse que esses profissionais estão diariamente expostos ao risco e que precisam estar imunizados.

A Câmara Municipal de Picos votou na sessão plenária desta quinta-feira, 22, um Projeto de Lei que dispõe sobre a inclusão dos profissionais de jornalismo, apresentadores de rádio e TV e os comunicadores de carro de som como prioridade na vacinação da Covid-19. A PL foi aprovada por unanimidade pelos vereadores.

O autor do Projeto de Lei, o vereador Francisco das Chagas de Sousa, o Chaguinha (PTB), disse que esses profissionais estão diariamente expostos ao risco e que precisam estar imunizados.

“Todos esses profissionais estão no dia a dia à cata da notícia, à procura de notícia, então ele lida com muitas pessoas, está em vários ambientes e de certa forma ele está colocando a sua vida em risco para levar a informação em tempo hábil para toda a população, seja ela de Picos, da região, do Piauí ou do Brasil e são pessoas que precisam estar imunizadas, precisam estar protegidas” disse Chaguinha. 

Ainda Segundo Chaguinha, além dos jornalistas e comunicadores, os garis e os trabalhadores da limpeza pública, também foram incluídos.  “Acrescentamos os garis e o pessoal da limpeza pública, porque eles estão todos os dias colhendo lixo e esse lixo normalmente são provenientes das residências e muitas residências, certamente, podem ser contaminadas com o vírus que poderá transmitir não só para eles, mas por seus familiares quando chegarem a suas casas” afirmou.

Vereador Chaguinha – Foto: Ascom

No Projeto de Lei, também foi incluído uma emenda dos vereadores Rinaldinho, Eriberto Barros, Dalva Mocó e Wellington Dantas, incluindo os motoristas de ônibus coletivo, motorista de aplicativo e taxistas, os agentes de trânsito e os funcionários de bancos públicos e privados.

“Nós achamos que todos eles estão inseridos dentro desse contexto e que há uma necessidade de uma proteção, não que eles vá está à frente de toda a programação da Secretaria de Saúde, no que diz respeito às pessoas idosas, eles vão entrar também dentro de uma programação que deverá ser por etapa ou por categoria” assegurou Chaguinha.

Fonte: Ascom

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade