ad16
CidadeGeralPolícia

Violência doméstica preocupa Delegacia Regional de Picos

Everton Férrer - Foto: Romário Mendes

A situação das mulheres na região de Picos vem preocupando o delegado regional da Polícia Civil, Everton Férrer. Em entrevista exclusiva ao Riachaonet ele falou sobre a gravidade do problema e alertou as mulheres para que não permitam que os casos avancem até o estágio mais crítico: agressões físicas.

A Delegacia da Mulher não dispõem ainda das estatísticas referentes a 2011 e início de 2012, mas apenas em 2010 foram registrados 148 boletins de ocorrência e instaurados 96 inquéritos.

A violência doméstica é praticada no ambiente familiar e pode ser explícita ou velada, muitas vezes de forma silenciosa. Porém, nos casos em que a polícia é informada muito pode ser feito em benefício da vítima. “Quando há risco contra a mulher nós pedimos uma medida protetiva, afastamento da pessoa do lar ou até mesmo a prisão preventiva”, explica o delegado.

Para ele, o número de casos aumenta durante o fim de semana em decorrência do consumo excessivo de bebidas alcoólicas. Férrer propõe que a sociedade debata sobre o papel do homem nos casos de violência doméstica. “Não é a mulher que precisa se conscientizar para vir até a delegacia. É o homem que tem que procurar respeitar os direitos de sua companheira”, ressalta.

O delegado elogiou o trabalho do movimento feminista de Picos pela promoção de campanhas e debates alertando as mulheres sobre o que fazer nessas situações, além do apoio às vítimas.

“As mulheres, no primeiro sinal de violência verbal ou ameaça, já procurem a Delegacia da Mulher e evitem que se chegue ao estágio seguinte: as agressões físicas”, apela Férrer.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade