ad16
AutoPECASonline24.pt
https://ead.uninta.edu.br/
DestaquesTodas as Notícias

Virtex Telecom é alvo de ataques cibernéticos

Por Jesika Mayara 

A empresa de telecomunicação Virtex Telecom, que promove serviço de internet a Picos e toda região centro-sul do estado do Piauí, vem sendo alvo de ataques cibernéticos a cerca de um ano. Os ataques acarretam na queda da rede de internet, prejudicando os clientes da empresa.

De acordo com o diretor de redes da Virtex, Bruno Borges, os ataques têm se tornado cada vez mais constantes.

Virtex Telecom (Foto: Jesika Mayara)

“É interessante o fato de que, com toda a rede que existe nesta nossa região, a Virtex ser o único provedor do Piauí que vem sendo atacado com essa frequência. Com esse problema a qualidade da internet se degrada bastante, quando não sofremos uma queda completa”, explicou o diretor.

No momento que a rede é alvo dos hackers a qualidade do serviço prestada aos clientes é prejudicada.

“Desde os primeiros ataques até hoje podemos constatar que eles têm ficado cada vez mais sofisticados e acompanhando as defesas que nós vamos criando, entretanto, a Virtex está fazendo um investimento alto para conter esses problemas, com implemento de três soluções diferentes e atualizadas diariamente, inclusive uma delas fora do país”, disse Bruno.

Até o momento a empresa possui apenas suspeitas de quem seja o autor dos ataques. “Acreditamos que o único objetivo é de prejudicar o nome da Virtex que é referência no mercado de provedores”, acrescentam Tarcivando Oliveira e Samuel de L. Martins, gerentes de Infraestrutura e Administração.

O fato dos mesmos serem feitos através da internet e originados no exterior, dificulta a descoberta da autoria para a realização de provas concretas. Paralelo a isso, a empresa já realizou diversos Boletins de Ocorrência na Delegacia de Repressão a Crimes de Informática onde há uma investigação em curso.

Os ataques acontecem normalmente nos horários considerados de pico, que são entre 12h00 e 14h00 da tarde e partir das 17h00, momento em que a empresa possui mais usuários conectados, o que evidencia de forma clara que o objetivo é prejudicar a Virtex perante os seus clientes.

“A investigação sai do corpo jurídico brasileiro, mas, via de regra são crimes difíceis, não impossíveis, de serem elucidados, porém envolve a justiça de vários países o que torna a investigação um pouco complexa, assim como pela questão tecnológica uma vez que os endereços que nos atacam são falsificados. Enfim, são muitas dificuldades para chegar de fato a quem está fazendo isso, entretanto não pretendemos desistir”, afirmou o diretor de redes.

 

Diretor de redes Bruno Broges e gerente comercial Márcio Beltrão

 

 

 

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade