ad16
AutoPECASonline24.pt
DestaquesGeral

Viúva de Pedim Açougueiro diz que família está aliviada com prisão de suspeitos

[ad#336×280]Ainda emocionada com a reviravolta nos fatos, a viúva do açougueiro Pedro Sabino da Costa Silva desabafou ao falar sobre as prisões dos dois suspeitos da autoria do assassinato de seu marido, Pedro Sabino da Costa Silva, o “Pedim Açougueiro”, morto no dia 27 de abril quando voltava do trabalho no Açougue Público Municipal de Picos.

Para Jacira Alencar de Carvalho, que viu o esposo morrer em seu colo, o momento agora é de alívio. “Não é um alívio completo porque a perda não é preenchida, mas graças a Deus e ao trabalho da polícia a justiça está sendo feita”.

A prisão de Mario Júnior, 20 anos, capturado em São Paulo na última segunda-feira (15), e do menor C.S.V, de 17 anos, preso em casa no bairro Morada Nova na manhã de ontem, é resultado de uma investigação que durou mais de dois meses. Durante todo esse período, a família cobrou publicamente a elucidação do crime através de manifestações públicas e usou até um outdoor instalado às margens da BR-316 para pedir justiça.

Jacira pede, agora, que os dois envolvidos na morte de “Pedim Açougueiro” sejam punidos judicialmente pelo que fizeram.

Jacira Alencar - Foto: Reprodução TV Cidade Verde
Jacira Alencar – Foto: Reprodução TV Cidade Verde

Segundo ela, a dupla não tinha relação com a família e há apenas comentários secundários de que Mario Júnior era conhecido de “Pedim”. “Dizem que a pessoa mais velha [Mário Júnior] convivia no meio [comercial] dele, mas não tenho como dizer porque não conhecia”, pontua.

A viúva do açougueiro ainda afirmou que passou a sofrer com comentários maldosos desde que a polícia prendeu Antônia de Sousa Andrade, viúva do empresário Epaminondas Coutinho Feitosa — presa após ser apontada nas investigações como a mandante da execução do esposo. “O pessoal acha que porque um fez, o outro também é obrigado a fazer”, lamenta.

Para a Justiça, a dona de casa que agora cuida dos negócios do marido pede que se cumpra aquilo que a dupla merecer. Ela agradece aos amigos e familiares e ao trabalho da polícia que chegou aos responsáveis pela morte de “Pedim”.

“A resposta ainda não está completa porque agora temos que ver o que eles vão dizer e dar a resposta para todo mundo que está com vontade de ouvir”, disse.

O crime

“Pedim Açougueiro” foi assassinado com um tiro no ouvido esquerdo durante uma tentativa de assalto quando retornava com a esposa de seu local de trabalho, o Açougue Público Municipal de Picos, rotina que fazia há muito tempo. Jacira Alencar, sua esposa, estava com ele no veículo no momento do crime, mas não foi atingida por disparos.

O casal foi surpreendido ao chegar próximo de sua residência. A morte do açougueiro chocou a cidade de Picos.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade