ad16
DestaquesGeral

Administração da UESPI se reúne com a SEAD para discutir demandas dos servidores técnicos administrativos

Ocorreu na manhã desta segunda-feira (15) uma reunião entre o secretário Estadual de Administração e Previdência, Francisco José (Franzé), o reitor da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), prof. Dr. Nouga Cardoso, a vice-reitora, profa. Dra. Bárbara Melo, o pró-reitor adjunto de Administração e Recursos Humanos, prof. Chagas Moura. O encontro foi solicitado para discutir as reivindicações que motivaram a paralisação dos técnicos administrativos da instituição.

Representando os servidores estiveram presentes no encontro a presidente do SINTUESPI, Leda Mesquita, e membros da comissão de negociação do sindicato, composta por Célia Dias, Carol Jeferson, Jerson Almeida e Vladimir Oliveira.

“Desde o início do movimento de paralisação nós como gestores da universidade nos colocamos numa postura de intermediador na conversa entre o Governo e os servidores técnicos administrativos da instituição”, afirmou Nouga Cardoso.

DSC_0115

Gestores e servidores da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), durante reunião na manhã desta segunda-feira, 11, com o secretário Francisco José, Franzé, na Seadprev

Entre as pautas de reivindicações dos técnicos administrativos da UESPI, estão aumento salarial de 5%, reposição inflacionária de 33,67% referente aos últimos 3 anos, progressões e promoções. De acordo com a presidente do SINTUESPI, Leda Mesquita “Nossa solicitação é  agendar o aumento salarial, além das progressões e promoções. E, principalmente, a análise da minuta para reformulação da Lei 6.303, que dispõe sobre nossos salários e encargos”, pontuou.

O secretário Franzé declarou está empenhando em acelerar a implementação das reivindicações dos servidores. “Vamos avaliar os impactos financeiros desse aumento, mas, sem dívida nosso desejo é atender as demandas dos técnicos administrativos da UESPI, de acordo com a capacidade orçamentária do Estado. Lutamos muito para alcançar o equilíbrio fiscal”, explicou

Ao final da reunião ficou registrado em ata que o pagamento de 5% será implementado no contracheque de março de 2016, assim como os valores retroativos referentes a dezembro de 2015, e janeiro e fevereiro de 2016 e o 13°. Sobre a inclusão de promoções e progressões a implementação ocorrerá até junho deste ano. Já para a proposta governamental é de acabar com os complementos salariais e ajustar os valores de acordo com as categorias. Por fim será encaminhado até março uma proposta de reestruturação do plano de cargos carreiras e salários dos técnicos administrativos.

Fonte:
Assessoria de Comunicação – UESPI

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade