ad16
DestaquesMunicípiosTodas as Notícias

Água será racionada em mais de 50 municípios do Piauí

O jornal Diário do Povo desta terça-feira (04/04) divulgou que uma ação conjunta da Agência Nacional das Águas (ANA), Departamento Nacional de Obras Contas as Secas (Dnocs) e a Agespisa vi fechar as comportas das barragens com baixa capacidade de armazenamento e racionar o uso da água em mais de 50 municípios, principalmente no Semiárido.

O coordenador regional do Dnocs no Piauí, Djalma Policarpo, confirmou ao Diário do Povo que a ação conjunta está sendo adotada para garantir uma reserva hídrica no período de estiagem. Segundo ele, a maioria das barragens não teve uma boa recarga de água e precisa adotar medidas para garantir o abastecimento, priorizando o abastecimento humano. Djalma Policarpo informou que as barragens grandes não tiveram boa capacidade de recarga e estão sendo monitoradas.

çude de Piaus em São Julião está com nível crítico – 5% de água – Foto: Reprodução internet

Algumas dessas barragens têm adutora da Agespisa para a distribuição de água nas cidades circunvizinhas. “Temos o caso das barragens de Pio IX e de Fronteiras que têm adutora da Agespisa. O Dnocs está observando a quantidade de água que está sendo distribuída. Por exemplo, temos a barragem de Piaus que está com 5% da capacidade, Pio IX está quase seca. Fronteiras também está ruim. A barragem Petrônio Portela, em São Raimundo Nonato, também está baixa. Tem ainda a de Estreito, em Padre Marcos e de Fátima, em Picos e Joana em Pedro II, que não estão boas”, adiantou.

“Mais de 50 municípios terão que fazer racionamento. Muitos na região de Picos, por exemplo. Bocaina tem uma situação razoável, a barragem está com 15%. Ainda não tem racionamento, mas vai ter que ser adotado. A decisão cabe a Agespisa, mas a população tem que ter um uso racional da água”, assinalou Djalma.

“Estamos em contato com a ANA para fechar as comportas das barragens, porque choveu pouco es-tão usando a Água para irrigação, por exemplo. Temos que fechar para garantir o armazenamento de mais água e dar segurança para quando tiver uma estiagem mais prolongada. Os reservatórios que estão com as comportas abertas serão fechadas para melhorar a recarga. O racionamento vai ser para assegurar o abastecimento humano”, finalizou o coordenador do Dnocs.

FONTE: Jornal Diário do Povo / Por Luciano Coelho

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade