ad16
GeralTodas as Notícias

Aplicativo do Bolsa Família evita que beneficiários caiam em golpe

Só no Piauí são mais de 450 mil famílias beneficiárias do programa. 

O coordenador do Bolsa Família no Piauí alertou sobre o golpe aplicado pelo WhatsApp em beneficiários do programa social envolvendo o 13º salário. Roberto Oliveira explica que o projeto, que vai garantir renda extra às famílias, ainda não foi implementado e depende do Governo Federal. Ele alerta que o Governo não precisa de cadastro prévio para a confirmação de dados e a orientação é não clicar em mensagens duvidosas. Só no Piauí são mais de 450 mil famílias beneficiárias do programa.

“É muito interessante que as pessoas ao receberem qualquer mensagem desse tipo ou duvidosa, nem clique na mensagem, pois pode instalar automaticamente um vírus no celular. Além disso é importante não dar nenhuma informação pessoal. Nós não precisamos de nenhum tipo de cadastro prévio”, disse Oliveira.

A fraude foi descoberta na semana passada e prometia a liberação instantânea do 13º salário do Bolsa Família. Pelo WhatsApp, criminosos enviavam mensagem com um link que redirecionava o usuário para uma página onde eram solicitados os dados pessoais, como nome completo, CPF e endereço. A mensagem exigia ainda que a vítima compartilhasse o link com todos os seus contatos para que o pagamento fosse efetuado.

Roberto Oliveira ressalta que o Bolsa Família tem um aplicativo próprio que disponibiliza informações de forma segura.

“Recebemos o comunicado que algumas famílias estavam recebendo uma mensagem que era necessário fazer um pré-cadastro para receber o 13º do Bolsa Família e o interessante é que na mensagem parecia que era um site governamental, mas ao clicar, direcionava para um local que coletava as informações das pessoas”, explica o coordenador no Estado.

“É muito importante que as famílias entendam que para pegar qualquer tipo de informação devem procurar o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) onde têm técnicos orientados por nós do Estado e também do Governo Federal”, conclui Roberto Oliveira.

Aplicativos

Roberto Oliveira destacou que o programa Bolsa Família tem um aplicativo próprio, que este pode ser baixado pelos beneficiários e assim ter informações seguras sobre o programa. “Este aplicativo informa até se o benefício foi bloqueado e como fazer para desbloqueá-lo”, afirmou.

Outro app que também consta informações dos cidadãos é o Meu CadÚnico, que também disponibiliza dados sobre o Bolsa Família. “Esses são seguros e a população com renda familiar de até três salários mínimos ou per capta de meio salário pode se cadastrar”, destacou.

Fonte: Graciane Sousa e Caroline Oliveira/Cidade Verde 

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar
Publicidade