ad16
AutoPECASonline24.pt
https://ead.uninta.edu.br/
DestaquesGeralTodas as Notícias

Após notificação do MPE, 55 empresas passarão por fiscalizações sanitárias

As fiscalizações sanitárias junto aos estabelecimentos comerciais na cidade de Picos serão intensificadas a rigor. A iniciativa foi deliberada após notificação do Ministério Público Estadual (MPE), através da promotora Micheline Ramalho à Coordenadoria de Vigilância Sanitária do município. Ao todo, 55 empresas entre salões de beleza e consultórios odontológicos passarão por novas vistorias nos próximos dias.

Rita de Cássia, Coordenadora da Vigilância Sanitária em Picos - Foto: Reprodução/Portal O Povo
Rita de Cássia, Coordenadora da Vigilância Sanitária em Picos – Foto: Reprodução/Portal O Povo

A coordenadora de Vigilância Sanitária de Picos, Rita de Cássia, explica que as fiscalizações têm por objetivo verificar as irregularidades nestes ambientes que podem oferecer riscos à saúde dos clientes. Após as visitas, relatórios detalhados sobre a situação dos estabelecimentos serão enviados ao MPE.

“Temos a notificação para reavaliar todas as empresas de salões de beleza e consultórios odontológicos no que diz respeito à licença sanitária, atualização da mesma e as condições de trabalho nestes espaços. O nosso trabalho além de fiscalizar é também de conscientização. Então convidamos a população a ser nossa parceira. É importante verificar quando for fazer qualquer tipo de tratamento no cabelo verificar a validade dos produtos, bem como nos consultórios odontológicos”, disse a coordenadora.

Rita de Cássia ainda pontua que estas fiscalizações já vinham ocorrendo durante todo o ano, e que muitas empresas têm procurado se adequar as normas de Vigilância Sanitária. No entanto, algumas operam com irregularidades, pois nos últimos meses alguns produtos com prazo de validade expirado foram apreendidos em salões de beleza. Em se tratando dos consultórios odontológicos, o problema é a falta de materiais necessários no trabalho dos dentistas.

O Ministério Público Estadual e a Vigilância Sanitária têm trabalhado em conjunto para conscientizar os proprietários a regularizarem os estabelecimentos no que diz respeito às normas sanitárias. As ações já estiveram voltadas para os açougues municipais, Mercado Público, e a meta é expandir para outros segmentos.

 

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade