ad16
CulturaDestaques

Artista picoense Moura Jr. lança novo álbum com músicas autorais

“Salva-me” retrata a luta incansável de um jovem perdido nos inúmeros conceitos de amor.

O artista da Capital do Mel, José Maria de Moura Júnior ou simplesmente Moura Jr, lançou um álbum com músicas inéditas e autorais. As faixas falam de reflexão juntamente com uma pitada doce do mel do amor. As canções são compostas por letras que retratam a luta por uma intensidade amorosa muitas vezes corrosiva.

Questionado sobre o objetivo do álbum, Moura diz que foi uma maneira de descrever a busca por um alguém que traga intensidade e que fuja das superficialidades do mundo. “Nessa escrita, as metáforas detalham o anseio para que esse amor possa transformar toda a alma que foi destruída com o tempo”, afirma.

As letras do cantor ainda nos fazem refletir sobre amor próprio e sobre o sentimento de pertencimento, uma problemática que muitas vezes permeiam nosso coração. “Aqui, o “eu” se sente só em um mundo que não pertence, nada ao seu redor reflete seus pensamentos, nenhuma pessoa compartilha dos seus gostos e logo pensa que seu corpo não pertence a terra, mas sim ao céu: “busca as nuvens para que tu possas ser livre, busca as nuvens para voar”, enfatiza.

Moura relatou que o motivo de ter escrito essas poesias musicalizadas foi porque a escrita é popular. “Sinto necessidade de organizar tudo que penso e reflito, e acabei descobrindo que na escrita consigo falar sobre tudo que me aflige”, conclui o artista.

O artista disse ainda que não é cantor, que sempre que pode conclama vozes de amigos para dar tom as suas musicalidades que nascem na terra do mel. “Realmente não sei cantar, por isso defino como poesia musical. Sempre que preciso, peço emprestado as vozes de amigos para dar tom as composições”, lembra.

Foto: reprodução pessoal

Moura Jr., um rapaz latino americano como cantou Belchior, disse também que não espera que o novo álbum seja uma explosão astronômica em relação a reproduções devido ao novo formato.

“Por ser um formato novo, não espero um impacto astronômico quanto a views e plays. O meu desejo é de inserção a tudo relacionado. Além de toda a parte escrita e tocada, nesse álbum busquei explorar um pedaço de mim perdido com o tempo e a pintura. Fiz diversas capas até chegar na escolhida, utilizando técnicas digitais de pintura a óleo. O processo de criação resultou no videoclipe disponível no canal do Youtube – é um timelapse com todas as pinceladas de cada capa. Além disso, conta com a letra escrita à mão. Como mencionei antes, não é um formato comercial, como fiz com “Laranja Fogo” (Composição que fiz com Gabriel Feitosa), mas acredito que a absorção de todos os elementos é uma experiência completa para a vida”, finaliza.

Acesse as principais plataformas para escutar o álbum “Salva-me”.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade