ad16
DestaquesGeral

Chega a 5% a inadimplência dos programas do governo para a agricultura familiar

Agricultura Familiar
Foto: Ilustrativa

Atuando na região de Picos desde o ano de 1993, os programas que atendem aos produtores da agricultura familiar, principalmente as linhas de crédito do Pronaf (Programa de Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar), onde o objetivo é oferecer condições para que os agricultores desenvolvam atividades no campo, vem enfrentado o problema da inadimplência na região.

De acordo com presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais do município de Picos, Ricardo Raimundo de Araújo, as linhas de crédito do programa vêm sendo muito procuradas, porém, o índice de inadimplência atualmente é de 5%.

Segundo o presidente, o número permitido de inadimplência pelas instituições financeiras é de 10%, e quando chegado a esse índice o município perde o direito de realizar novos financiamentos e empréstimos.

“Então pedimos aos nossos colegas agricultores que procurem os bancos e negociem suas dívidas, pois é grande a facilidade para quitarem seus débitos. É só irem munidos com o CPF, e procurarem os bancos até o dia 30 de novembro para que possam conseguir descontos”, destacou Ricardo Araújo.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade