ad16
https://ead.uninta.edu.br/
AutoPECASonline24.pt
FronteirasGeminianoGeralIpiranga do PiauíItainópolisMunicípiosVera Mendes

Cinco municípios da região de Picos ainda podem ser beneficiados com retroescavadeiras

Delegado do MDA-PI, Pedro Calisto-Foto: Karine Santiago

Municípios do Piauí com até 50 mil habitantes, que não receberam máquinas retroescavadeiras ainda podem ser beneficiados pelo Governo Federal, através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2).

As máquinas retroescavadeiras são destinadas à recuperação e construção de estradas vicinais e também irão contribuir para amenizar os impactos da estiagem, com a abertura de barragens.

O Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA-PI) e a Associação Piauiense de Municípios (APPM) alertam para o prazo de cadastramento dos municípios para o recebimento de máquinas retroescavadeiras, através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). O prazo teve início no dia 15 de junho e prossegue até o dia 18 de setembro através do site do MDA. Os prefeitos podem conferir todos os procedimentos para o cadastro, através do manual de acesso ao SISPAC

De acordo com o delegado do MDA-PI, Pedro Calisto, 45 municípios ainda podem se cadastrar no sistema e receber retroescavadeira. “Os municípios não precisam entrar com nenhuma contrapartida. Basta acessar o sistema e se cadastrar de acordo com as instruções do site”, informa.

Os municípios da região de Picos beneficiados com a retroescavadeira são Fronteiras, Geminiano, Ipiranga do Piauí, Itainópolis e Vera Mendes.

O delegado destacou ainda a parceria do MDA com a APPM.  “Temos uma parceria muito forte com a APPM, que informa e mobiliza todos os prefeitos do Piauí. Graças a APPM, na primeira etapa, todos os municípios solicitados realizaram o cadastramento e receberam as retroescavadeiras”, relata Pedro Calisto.

Na primeira fase do PAC 2 foram selecionados, em 2010, 1.299 municípios para receberem retroescavadeiras. No Piauí, 94 municípios foram beneficiados nesta primeira etapa.

Com informações da APPM

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade