ad16
AutoPECASonline24.pt
https://ead.uninta.edu.br/
DestaquesPolíciaTodas as Notícias

Cinco suspeitos do assalto ao carro forte em Jaicós são presos e fugitivos podem estar baleados

O trabalho na região foi intensificado na noite de ontem, depois que a polícia chegou até uma residência numa região isolada e foi recebida a tiros

Uma grande operação policial está sendo realizada na região do município de Francisco Santos, com objetivo de capturar a quadrilha suspeita de participar do assalto ao carro forte na manhã desta sexta-feira, 29, na BR 407, em Jaicós.

O trabalho na região foi intensificado na noite de ontem, depois que a polícia chegou até uma residência numa região isolada e foi recebida a tiros. Suspeitos foram presos e outros conseguiram fugir pela mata. A polícia acredita que dois estejam baleados.

Na casa foram encontradas armas, aparelhos celulares, rádio comunicadores, documentos e placas de veículos. No matagal foram encontradas redes armadas e um carro modelo Fiat Siena, de cor prata, sem placa.

Viaturas e até um helicóptero da Polícia Militar está sendo utilizado nas buscas.

Segundo o comandante do 4º Batalhão de Picos, tenente coronel Edwaldo Viana, pelo menos três carros foram utilizados no assalto ao carro forte. O Volkswagen Fox foi incendiado e abandonado em uma estrada vicinal próximo ao local do assalto, e o grupo teria fugido em outros dois veículos. A polícia calcula que seis pessoas teriam participado diretamente do roubo, e outro grupo teria dado o apoio logístico na fuga.

“Nós já prendemos cinco pessoas envolvidas e sabemos que tem mais gente dentro do mato, em torno de dois ou três”, disse Viana, afirmando que equipe só retornará à Picos quando todos os envolvidos no assalto forem pegos.

Diversas viaturas e até um helicóptero da Polícia Militar está sendo utilizado nas buscas. “Nós estamos aqui na região de Francisco Santos, em uma serra. Eles estão cercados e eu tenho quase certeza que em algum momento nós vamos prender os outros.”, disse o comandante.

CidadesnaNet

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade