ad16
DestaquesGeral

Corpo do cantor picoense assassinado no Amapá chega a Picos

O corpo do cantor picoense, José Gledson Leal, de 57 anos, chegou a cidade de Picos ainda nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira, 05. O corpo está sendo velado na residência de familiares no Povoado Estrivaria, zona rural de Picos. O cantor foi assassinado com 60 facadas na cidade de Oiapoque, no Estado do Amapá.

Quatro indivíduos, entre eles,  uma mulher que teria facilitado toda a ação,  são os principais suspeitos de cometer o crime.

José Gledson Leal - Foto: Arquivo/ Facebook
José Gledson Leal – Foto: Arquivo/ Facebook

A ex- cunhada do cantor, Edilene Santos, disse que até o momento são poucas as informações sobre o caso. “Até agora não sabemos ao certo. A Polícia nos informou que a mulher que estava com ele, saiu e depois retornou a residência onde o cantor morava na companhia de três indivíduos,  e os mesmos exigiram dinheiro, e ele dizia que não tinha, que possuía apenas R$ 90 reais”, disse Edilene.

Ainda segundo informações de Edilene, após José Gledson tentar entregar o dinheiro, os criminosos começaram a desferir facadas contra ele.

José Gledson Leal  atuava como cantor de Brega, e fez sucesso na região de Picos. No Estado do Amapá  também trabalhava como garimpeiro.

LER MATÉRIA COMPLETA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também