ad16
DestaquesPolíciaTodas as Notícias

DHTL prende, em Minas Gerais, foragido acusado de latrocínio em São João da Canabrava

Crime aconteceu no dia 20 de junho de 2017, e ceifou a vida do idoso Raimundo Marcelino de Carvalho.

A Delegacia de Homicídios, Tráfico de Drogas e Latrocínio – DHTL, em parceria com a Polícia Militar de Minas Gerais, prendeu, no fim da tarde desta quinta-feira (09), por volta das 17h00, a J.B.V., acusado de ser coparticipante em um latrocínio que vitimou o idoso Raimundo Marcelino de Carvalho, no município de São João da Canabrava.

J.B.V. foi encontrado na cidade de Caxumbá-MG. Toda a operação, na cidade mineira, foi comandada pelo Tenente da Polícia Militar, Leonardo Goneli.

Imagem: PMMG

“À época do crime, identificamos que se tratava de latrocínio e que os envolvidos eram integrantes de pistolagem na região. O Francisco de Assis da Silva, conhecido por Sidiga, já foi condenado por esse crime e está preso. Já o outro envolvido, J.B.V., empreendeu fuga. Este ano recebemos a informação de que ele estaria no estado de Minas Gerais e conseguimos lograr êxito em sua captura com o apoio do Tenente Goneli, da PM de lá”, explicou Agenor Jr., delegado responsável pela DHTL.

Neste momento, a DHTL está planejando o traslado do criminoso à Comarca de Picos.

Relembre o caso
O crime aconteceu no dia 20 de junho de 2017. Os dois criminosos, por volta das 10h00, anunciaram o assalto. A vítima, acreditando ser brincadeira, jogou água nos bandidos, que revidaram com disparos de arma de fogo.

O idoso foi atingido por dois disparos. Os criminosos adentraram a residência e roubaram a moto da vítima e uma arma de fogo que o mesmo possuía. Raimundo Marcelino foi socorrido com vida e faleceu três dias depois no Hospital Regional Justino Luz.

No ano seguinte após o crime, dois dos envolvidos foram presos. Sidiga foi capturado em Fortaleza-CE, e João Silvino foi encontrado em São João da Canabrava, com uma arma de fogo e um colete balístico. Já J.B.V. empreendeu fuga.

“O crime gerou grande repercussão na região de Picos e, especialmente, em São João da Canabrava. A família da vítima já foi comunicada da prisão. Esses sempre tiveram muita esperança de que esse segundo autor do latrocínio fosse capturado. O fato de J.B.V. usar nome falso dificultou a prisão, mas a PM de Caxumbá efetuou um grande trabalho e conseguimos efetuar essa captura”, declarou o delegado Agenor Lima Jr.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.