DestaquesSão JuliãoTodas as Notícias

Diagnosticado com leucemia, estudante de São Julião faz campanha por doação de medula; saiba como ajudar

Os familiares de Evando da Silva Carvalho, de 39 anos, natural de São Julião – PI estão fazendo mais uma campanha em prol do tratamento de saúde do mesmo. O sãojuliãoense que estava cursando medicina em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, foi diagnosticado com Leucemia Mieloide Aguda (LMA) no final do ano passado e desde então teve que interromper o curso para realização do tratamento.

De acordo com familiares, Evando vem reagindo bem ao tratamento, mas segundo os médicos, precisará de um transplante de medula óssea. Desde então familiares fizeram diversos exames, mas ninguém da família possui uma medula compatível. A dificuldade agora é encontrar alguém fora da família com uma medula compatível para doar para Evando.

Evando da Silva Carvalho, de 39 anos, natural de São Julião – PI
Evando da Silva Carvalho, de 39 anos, natural de São Julião – PI

Chances

A dificuldade de encontrar alguém fora da família que seja compatível para a doação é grande. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), a chance é de uma em cada 100 mil pessoas, em média. Por isso, a família de Evando faz campanhas nas redes sociais para que as pessoas procurem hemocentros e façam exames para se cadastrarem como doadores de medula óssea.

Família de Evando

Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer, no Brasil há hoje 4.442.085 pessoas cadastradas para doar medula óssea. O número de doadores cadastrados tem subido ano a ano. De 2010 a 2017, os registros aumentaram 123%. Para se tornar um doador, é necessário ter entre 18 e 55 anos. O cadastro para doação é feito em hemocentros localizados em todo o País.

Assista o vídeo feito por Evando:

Fonte: Portal é Notícias

LER MATÉRIA COMPLETA

Leia Também