ad16
ArtigosGeralTodas as Notícias

Artigo: Educar em tempos de cibercultura

“Você tem uma nova mensagem no WhatsApp”, diz o gadget* do smartphone. Em fração de segundos a atenção foge completamente do conteúdo ministrado em sala de aula e adentra no ciberespaço, que está recheado de novas possibilidades de interação.

A cibercultura, aqui entendida como novo ambiente comunicacional que surge com a interconexão mundial de computadores, vem desafiar o professor diante da necessidade de educar o cibercidadão, que está imerso neste novo espaço de interação, sociabilização de ideias, comunicação, de produção e acesso a milhares de informações.

timthumb (1)

O professor que está acostumado ao processo tradicional de transmissão de conhecimento, passa a viver o duelo entre identificar esta “nova” cultura e estes “novos” espaços como aliados ou vilões no processo de ensino e aprendizagem.

A realidade é que não estamos preparados para lidar com os “ambientes virtuais” e muito menos para transformá-los em ferramentas de construção de novos conhecimentos, mas esta é uma necessidade urgente. E o desafio não para por aí, mais do que fazer uso destas demandas sociotécnicas de aprendizagem interativa, precisamos utilizá-las na formação de cidadãos.

A cibercidadania é definida por Howard Rheingold como “um contrato de representação social num caráter informal e não-escrito”, logo, são normas, valores, direitos e deveres refletidos na esfera do mundo virtual. Pierre Lèvy definiu o conceito como “um conjunto de técnicas, de práticas, de atitudes, de modos de pensamentos e de valores no ciberespaço”.  

Mesmo entendendo que os valores, normas, deveres do ambiente não virtual, se estendem para o ciberespaço, este conceito se torna paradoxal aos que se dizem “cibercidadãos”, que disseminam falsas acusações e falas preconceituosas no espaço virtual, que violam a intimidade alheia com a reprodução de conteúdos de caráter privado, entre outras ações. 

Falhamos na formação desses cidadãos?

A formação do cidadão está vinculada a uma didática de valores que não se aprendem nas instituições de ensino apenas, mas, sobretudo na consciência ética, edificada nas relações sociais. Construir cidadania é também construir novas relações e consciências.

_________________

*Lana Krisna de Carvalho Morais ([email protected]) é Jornalista, atualmente Professora e Coordenadora do Curso de Jornalismo do Instituto de Ensino Superior Raimundo Sá.

*Gadgets são miniaplicativos desenvolvidos para facilitar a vida dos usuários de smartphones, criando atalhos para as notificações dos aplicativos instalados, entre outras funções.

Um Comentário

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade