ad16
DestaquesPolíciaTodas as Notícias

Em depoimento, suspeito de matar técnico de enfermagem diz que cumpriu “missão divina”

Ele foi preso horas depois da vítima ser encontrada morta dentro de uma clínica particular na manhã desta terça-feira (13).

Em depoimento, o suspeito de matar o técnico de enfermagem Edgar da Silva Santos disse que estava cumprindo uma “missão divina”, informou a Polícia Civil de Picos, que investiga o caso. Ele foi preso horas depois da vítima ser encontrada morta dentro de uma clínica particular na manhã desta terça-feira (13).

Em nota, divulgada na tarde desta terça-feira (13), a Polícia Civil informou que, “na Central de Flagrantes, o suspeito assumiu a autoria do crime e revelou que estava cumprindo uma ‘missão divina’”. O suspeito foi identificado como M.V.O.L.

PM, Perícia e Delegacia Civil estiveram no local do crime- Foto: RiachaoNet

A Polícia Civil também informou que representará pela prisão preventiva do suspeito pelo crime de homicídio qualificado. A polícia apura se ele sofre de problemas mentais.  

O técnico de enfermagem, de 49 anos, estava na clínica quando foi atacada pelo suspeito durante a madrugada desta terça-feira (13). 

De acordo com o presidente Sindicado dos Enfermeiros, Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do Estado do Piauí (Senatepi), Erick Riccely, a vítima estava dormindo quando Marcos Vinicius em um surto psicótico começou a agredi-lo com socos, sem chance de defesa a vítima.

O espaço está aberto para a defesa do suspeito. 

Na manhã de hoje (13/04), a Polícia Militar de Picos capturou o autor do homicídio do técnico de enfermagem Edgar da Silva Santos. O técnico trabalhava em uma clínica particular na cidade de Picos, quando foi atacado por M.V.O.L na última madrugada. Na central de flagrantes, o suspeito assumiu a autoria do crime e revelou que estava cumprindo uma “missão divina”. M.V.O.L responderá por homicídio qualificado e a Polícia Civil representará por sua prisão preventiva.

Polícia Civil de Picos

Fonte: Carlienne Carpaso/Cidade Verde

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade