PolíticaTodas as Notícias

Em reunião, MDB bate martelo e não aceita chapa pura proposta pelo PT

Os líderes do MDB no Piauí se reuniram na manhã desta segunda-feira (26). O encontro fechado ocorreu na casa do presidente estadual da legenda, deputado Marcelo Castro.

O partido bateu o martelo em dois pontos. O primeiro é manter a posição do nome do deputado Themístocles Filho como indicado a vaga de vice. A segunda é exigir o “chapao”.  O partido é contrário à posição do PT de sair com chapa pura.

Deputado Severo Eulálio-Foto: Wilson Filho/Cidade Verde

O partido do governador não quer fazer coligação. O PT tem 25 pré-candidatos a deputados estaduais e acredita que esse é o caminho para montar uma boa bancada na Assembleia Legislativa.

O líder do partido na Assembleia, deputado Severo Eulálio, afirma que a legenda vai buscar o diálogo com o PT e o governador para definir o impasse. “Vamos buscar o diálogo. O MDB defende o chapão. É o mais justo. Vamos conversar. Acreditamos que com o diálogo poderemos resolver”, declarou.

Caberá ao governador Wellington Dias resolver o impasse entre os dois principais partidos da base aliada. O MDB espera uma conversa com o petista depois que ele retornar de viagem à Europa.

O MDB é hoje o partido com maior bancada na Assembleia. O partido acredita que com o chapão poderá manter essa vantagem, que coloca a sigla em uma posição favorável em situações como negociação com o governador.   Do outro lado, o PT quer chapa pura para fazer cinco deputados. Na eleição de 2014, o partido do governador só fez três deputados e se diz prejudicado pela coligação feita na época.

Severo afirma que o MDB não discute a possibilidade do presidente Marcelo Castro ser indicado para vaga ao Senado.  “Nossa posição já foi fechada. O nome do MDB é do deputado Themístocles. Outra posição é descartada”, disse.

Fonte: Cidade Verde

Tags
LER MATÉRIA COMPLETA

Leia Também