ad16
MunicípiosSão João da CanabravaTodas as Notícias

Espécie de caranguejo “amazônico” é encontrado em São João da Canabrava

Foi em um desses acampamentos guiado por Josely Ecologista e amigos que o biólogo e professor Jhenys Maiker Santos avistou um caranguejo no qual o local exato será mantido em segredo para preservar o espécime.

São João da Canabrava no estado do Piauí é um município com grandes belezas naturais que chamam a atenção do público em geral, entre elas formações rochosas, mata nativa e várias fontes naturais, que é um prato cheio para quem gosta de trilhas, acampamento e etc. Foi em um desses acampamentos guiado por Josely Ecologista e amigos que o biólogo e professor Jhenys Maiker Santos avistou um caranguejo no qual o local exato será mantido em segredo para preservar o espécime.

Assim que eu vi percebi que era algo já descrito cientificamente na região, por isso tirei algumas fotos e chegar em casa fui identificar o animal, logo em seguida entrei em contato com alguns dos maiores pesquisadores desse grupo de animais no país afim de que os mesmos sejam estudados” contou o biólogo Jhenys Maiker.

Uma espécie ameaçada de extinção?

O animal faz parte de um gênero de caranguejo de água-doce que ocorre na floresta amazônica e em países vizinhos, algumas espécies deles são consideradas ameaçadas de extinção sendo dessa forma, protegidos pela legislação, por tanto matar, perseguir, caçar ou apanhar o animal e extremamente proibido, podendo ser enquadrado por crime ambiental segundo a lei nº 9.605, de 12/1998 e pegar de seis meses a um ano de prisão e multa.

Ficamos sabendo que esses animais já são conhecidos pelos habitantes da região a muito tempo, mas que ultimamente estão ficando cada vez mais difíceis de se ver pois vez ou outras as pessoas acabam os consumindo. […] estamos os estudando e temos fortes indícios de que seja uma espécie nova, se sim eles iram diretamente para o topo da lista dos animais ameaçados ou em extinção do Brasil” explica o biólogo Jhenys Maiker.

Biólogo Jhenys Maiker

Não os comam!

Na natureza vários seres são vetores de doenças terríveis, que pode ser o caso também desses animais. Estudos indicam que além de algumas espécies de caramujos esses caranguejos em especifico, são vetores de um parasita chamado Paragominus que causa uma doença séria denominada paragonimíase que afeta os pulmões, cérebro, coração e o abdômen, cujo os principais sintomas são: diarreia, náusea, febre, desconforto ao respirar, dor torácica e sudorese.

A importância

O caranguejo é muito importante para o equilíbrio dos seus ecossistemas, no entanto é a primeira vez que o espécime é registrado no bioma caatinga deste modo ele está sendo estudado afim de buscar esclarecimentos sobre a sua biogeografia, e brevemente será publicado um artigo científico.

Fonte: Josely Ecologista

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade