ad16
DestaquesPolíticaTodas as Notícias

Evaldo Gomes confirma interesse do Solidariedade na indicação da 2ª suplência ao Senado Federal

Evaldo ressaltou também que os trabalhos na campanha eleitoral irão priorizar a humildade e sem jogo de “salto alto”

Nesse sábado (02/04), durante o lançamento das pré-candidaturas de Rafael Fonteles ao Governo do Piauí e Wellington Dias aos Senado Federal, o deputado estadual Evaldo Gomes (Solidariedade) falou acerca do papel da sigla para somatório de forças na chapa da base governista. Na ocasião o parlamentar também comentou sobre o interesse em indicar um nome para a segunda suplência de senador ao lado do ex-governador.

Para o presidente estadual do Solidariedade, a largada para a corrida eleitoral foi dada e que os trabalhos de Wellington Dias a frente da administração pública estadual aparecem nos 224 municípios piauienses.

Demos a grande largada, a pré-candidatura de Rafael Fonteles já é consolidada, que surge de um trabalho que ele fez sobretudo nos 224 municípios ao lado do governador Wellington Dias, o Estado do Piauí são 224 municípios que tem obras que o povo pode ver e tudo isso fruto da responsabilidade, da competência do Rafael juntamente com o ex-governador Wellington Dias e o Solidariedade vai pertencer a esse time, pertence a esse time e vai estar nessa grande caminhada que se inicia hoje”, disse Evaldo Gomes.

O parlamentar afirmou ainda que os quatro partidos da base aliada, PT, PCdoB, PV e Solidariedade, apresentam chapa competitivas para o próximo pleito eleitoral e que a missão e a disputa será acirrada.

“Não tenho dúvidas, nós temos quatro partidos que apresentam chapas competitivas, há a tendência muito forte, por exemplo, na Assembleia Legislativa nós elegermos 25 deputados e para a Câmara Federal oito, isso mostra também que a bancada, os pré-candidatos a deputado estadual tem musculatura para levar a eleição do próximo senador do Piauí Wellington Dias e do Rafael Fonteles. A missão é dura, a disputa é dura, nós temos que respeitar o adversário, agora nós não vamos entrar no jogo de já ganhou, mas também não vamos aceitar fake News e falsas promessas de pessoas que acham que tem salvador da pátria e que podem resolver todos os problemas do Piauí. O povo do Piauí já conhece esse time e tenho certeza que vai continuar com esse time governando o Piauí”, pontuou.

Evaldo ressaltou também que os trabalhos na campanha eleitoral irão priorizar a humildade e sem jogo de “salto alto”.

“Sem salto alto, eu acho que a humildade, a serenidade do próprio ex-governador Wellington Dias que nos contagia, nós deputado da base, o nosso pré-candidato ao governador Rafael Fonteles se espelha no ex-governador Wellingotn Dias. Então a humildade, o trabalho, respeito ao adversário será a marca da nossa campanha aqui em 2022, nessa campanha de governador”, relatou.

Por fim, o parlamentar foi questionado sobre a indicação da 2ª suplência ao Senado Federal ao lado do ex-governador. Evaldo argumentou sobre o desejo da sigla em indicar um nome ao cargo.

“Não, já tem um entendimento com o PSD, ele já tem um acordo com a base que vai ser indicado pelo PSD. O que eu tenho dito é que entre os quatro partidos o Solidariedade tem musculatura, força política porque tem uma chapa competitiva de deputado estadual e federal. Então eu acho que nós não só temos nomes para apresentar como também pela questão de justiça e de direito de nós indicarmos o segundo suplente. Nomes não faltam para a gente, nós temos o nome do ex-vereador de Teresina, Caio Bucar, nós temos o nome do ex-vereador de Teresina Edvan Silva, do Aumari, nomes não falta para a gente, agora política se faz com muita conversa, diálogo e entendimento”, finalizou.

Fonte: Ezequiel Araújo/Portal OitoMeia

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.