ad16
DestaquesGeralTodas as Notícias

Governador recebe investidores que pretendem construir usina fotovoltaica de 1GW no Piauí

A iniciativa é implementar, no Piauí, a maior usina fotovoltaica já conhecida, com capacidade total de 1 GW e geração de dois mil empregos diretos e indiretos em quatro anos.

O governador Wellington Dias recebeu, nesta quinta-feira (04/02), no Palácio de Karnak, representantes da JKL Energy, que tem interesse em investir em energias renováveis no Piauí. A pretensão é implementar, no Piauí, a maior usina fotovoltaica já conhecida, com capacidade total de 1 Gigawatt (GW) e geração de dois mil empregos diretos e indiretos em quatro anos.

A JKL Energy é uma empresa que tem atuação no Brasil e no exterior, com experiência em diversas áreas. Para a geração de energia em solo piauiense, pretende investir na região entre os municípios de Guaribas e Caracol, que se tornará um ponto de desenvolvimento econômico e de infraestrutura na região sul do estado.

O chefe do Executivo estadual garantiu o apoio à viabilização do projeto e instalação da empresa no Piauí. “O objetivo é garantir, da parte do Estado, uma equipe integrada, que vai trabalhar desde a nossa política de incentivo fiscal para energia limpa à política de qualificação e formação na região de Caracol e Guaribas, para que possamos ter cerca de dois mil empregos que serão gerados, além do protocolo que prevê o acompanhamento do licenciamento ambiental. Portanto, celebramos o compromisso do Estado, com a participação da Secretaria de Minas e Energia para dar viabilidade a esse projeto”, afirmou Wellington Dias.

De acordo com Maurício Sousa, CEO da JKL Energy, o Piauí foi escolhido por sua potencialidade da incidência solar. “Temos, nos últimos cinco anos, dados de que, para o trabalho que vamos desempenhar, seria muito mais apropriado para as placas que temos desenvolvidas atualmente, além de gerar um desenvolvimento local. O projeto já está totalmente pronto, agora começa a implementação e as licenças necessárias para iniciar o projeto”, ressaltou Maurício.

A previsão é que a usina possua 500 mil painéis a cada 500 hectares, quatro milhões no total. “Será um investimento grande, no qual a meta é alcançar algo em torno de 1 GW de energia fotovoltaica. Já tem a aquisição do terreno regularizado, acertamos um protocolo para que eles já atuem nos leilões já no mês de setembro”, finalizou o governador.

.

Fonte: GovernoDoEstado

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade