ad16
DestaquesMunicípiosPolíciaSão Julião

Greco pede prorrogação e diz que morte de Emídio Reis foi encomenda

[ad#336×280]A Polícia Civil pediu a prorrogação de mais 30 dias para concluir o inquérito da morte do ex-vereador de São Julião, Emídio Reis da Rocha (PMDB). No entanto, os policiais do Greco (Grupo de Repressão ao Crime Organizado) que investigam o assassinato não têm dúvida: o ex-vereador foi enterrado vivo e vítima de um crime por encomenda.

“No laudo há vestígios de asfixia e encontrado em sua traqueia ingestão de terra, um indício de que foi enterrado vivo”, disse o delegado Lucy Keiko, que preside do inquérito.

Ele afirmou ainda que não pode antecipar informações para não comprometer o caso, mas garantiu que o inquérito será concluído e o crime será desvendado.

“É um crime de grande repercussão e estão colhendo todas as provas para municiar a prisão dos culpados com dados bem fundamentados”, disse Lucy Keiko. A Polícia Civil pediu a prorrogação do caso, pois o crime ao ser desvendado está envolvendo outros assassinatos na região.

O ex-vereador Emídio Reis da Rocha foi encontrado morto no dia 5 de fevereiro no matagal a 20 km da cidade de Pio IX, na região Sul do Piauí. O laudo cadavérico comprova que Emídio Reis foi morto com um tiro na perna e outro na nuca. Com informações do Cidade Verde

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade